CineBuzz
#CineBuzzJáViu / NOVIDADE

Ryan Reynolds lidera revolução de excluídos em “Free Guy: Assumindo o Controle” | #CineBuzzIndica

Filme chega aos cinemas nesta quinta-feira (19)

Henrique Nascimento | @hc_nascimento Publicado em 18/08/2021, às 18h00

"Free Guy: Assumindo o Controle" é uma comédia para os excluídos - Divulgação/20th Century Studios
"Free Guy: Assumindo o Controle" é uma comédia para os excluídos - Divulgação/20th Century Studios

Quantos fãs de videogames já não se viram perdidos nesse universo de infinitas possilidades? Fosse destruindo monstros para resgatar a princesa em apuros nos jogos dos irmãos encanadores Mario e Luigi; ou criando uma vida perfeita no jogo de realidade alternativa “The Sims”, para citar alguns deles. Eu sei que eu já fiz muito isso – do nível de continuar pensando no jogo mesmo horas depois de finalizá-lo.

Mas quanto tempo passei pensando nos outros aspectos dos jogos que jogava, me pergunto, como nos personagens não-jogáveis, que geralmente estão ali para nos ajudar em uma missão ou outra? Tenho certeza que pouco e imagino que você também. Nós focamos tanto em nossos personagens e no sucesso da nossa jornada, que acabamos esquecendo de todo o resto, mesmo daqueles personagens que tanto nos ajudaram em determinados momentos.

Escrevo isso não para que você se sinta culpado por não ter dado atenção a esses personagens, mas para dizer que, em “Free Guy: Assumindo o Controle”, são eles que mandam, com Ryan Reynolds tomando a frente como um simpático e romântico jogador, que faz de tudo para mudar a própria vida ao descobrir que ela não era o que imaginava.

Na história, Guy (Reynolds) sempre viveu uma rotina tranquila: ele é caixa em um banco na cidade de Free City e trabalha com seu melhor amigo, Buddy (Lil Rel Howery). Todos os dias eles são assaltados por descoladas pessoas em óculos escuros, Guy leva um chute na cara, mas tudo termina bem. Todos os dias, sem falta.

Só que há, de fato, algo faltando para Guy: ele quer encontrar uma alma gêmea. E ele tem uma garota em sua mente, que gosta de sorvete de chiclete e cantarola músicas de divas pop das antigas. Só que Buddy está convencido de que o amigo não vai encontrar uma pessoa como a de seus sonhos… até que Molotov Girl (Jodie Comer) surge e Guy imediatamente reconhece aquela que esteve procurando a vida toda.

Mal sabe ele que, na verdade, a sua vida não passa de um pequeno plot em “Free City”, um jogo de videogame extremamente popular, e Molotov Girl é Millie, uma desenvolvedora de jogos, que deseja provar que sua criação foi roubada por Antoine (Taika Waititi) e modificada para se tornar o mundo que Guy agora habita.

Com a intenção de impressionar a garota, o personagem de Reynolds rouba um dos óculos das pessoas descoladas e passa a viver sob as próprias regras, desafiando tudo o que era normal até aquele ponto e se tornando um sucesso entre os jogadores de “Free City”. A mudança repentina de fato chama a atenção de Millie, mas também de outras pessoas perigosas, que querem fazer de tudo para destruir tanto Guy quanto a sua amada.

Não espere de “Free Guy” uma comédia tradicional sobre videogames. O longa tem seu próprio universo, que pode até lembrar alguns jogos que já conhecemos, mas esse não é o foco da história: na verdade, são as pessoas que vivem dentro desse mundo.

Além de divertir, o filme promete tocar o coração dos espectadores, que assistirá a uma história sobre excluídos assumindo o controle de suas vidas pela primeira vez e tomando as suas próprias decisões. Pode parecer um pouco estranho falar isso de personagens de um jogo de videogame, mas você vai entender melhor quando assistir a “Free Guy” (por enquanto, sem spoilers!).

Além de uma história bacana, temos Reynolds, divertido como sempre, mas também bastante encantador na pele de Guy. A ingenuidade do personagem é digna de risadas, mas também de uma quedinha da cabeça sobre o ombro e algumas batidinhas apaixonadas dos cílios.

Porém, o grande destaque vai para Jodie Comer. Vencedora do Emmy por seu papel como Villanelle na série “Killing Eve” (2018-agora), a atriz encara a sua primeira protagonista em um blockbuster e se sai bem, o que pode garantir uma nova coleção de fãs para a atriz.

“Free Guy: Assumindo o Controle” chega aos cinemas na próxima quinta-feira (19). O longa tem roteiro de Matt Lieberman (“Scooby! O Filme”) e Zak Penn (“Jogador Nº 1”) e é dirigido por Shawn Levy, produtor-executivo da série “Stranger Things”. Além dos nomes já citados, o elenco ainda conta com Joe Keery (“Stranger Things”), Utkarsh Ambudkar (“Eu Nunca…”), Britne Oldford (“Flash”) e Channing Tatum (“Kingsman: O Círculo Dourado”).