CineBuzz
#CineBuzzJáViu / NOVIDADE

“Turner & Hooch” é uma comédia policial divertida e surpreendente | #CineBuzzIndica

Nova série do Disney+ é derivada da comédia policial “Uma Dupla Quase Perfeita”, de Tom Hanks

Camila Gomes | @camilagms Publicado em 16/07/2021, às 12h00

Pôster oficial de "Turner e Hooch" recria imagem de "Uma Dupla Quase Perfeita" - Divulgação/Disney
Pôster oficial de "Turner e Hooch" recria imagem de "Uma Dupla Quase Perfeita" - Divulgação/Disney

Dizem por aí que o cachorro é o melhor amigo do homem por ser animal fiel, de bastante personalidade, que demonstra carinho e por ter muita vontade de brincar. Esse combo de qualidades sempre fez muitas pessoas se emocionarem enquanto assistem a filmes que retratam o laço sincero de amizade e de companheirismo dos cães e seus companheiros humanos como “Marley & Eu”, “Sempre ao Seu Lado” e “Quatro Vidas de um Cachorro”, mas essa conexão não comove Scott em “Turner e Hooch“.

O protagonista vivido por Josh Peck, conhecido por ter protagonizado “Drake e Josh”, da Nickelodeon, é um policial solteiro, que vive sozinho em um apartamento e tem uma vida pautada na organização metódica e dedicada ao trabalho de policial no departamento de investigação. Após a morte de seu pai, ele herda o cão da família e sua vida vira de cabeça com a chegada do presente indesejado.

Acontece que o mastim francês é a mesma raça do cachorro de “Uma Dupla Quase Perfeita” (1989), estrelado por Tom Hanks, e o falecido policial jura que se trata do mesmo cachorro. Em carta deixada para o filho, ele espera que, apesar da chegada inesperada, Hooch possa ser seu “cachorro eterno”. Sem ter como se livrar do animal de estimação, que é insuportável e destrói completamente seu lar, o rapaz se surpreende ao descobrir a aptidão que ele tem para desvendar crimes e se torna o parceiro ideal que Turner sequer imagina que precisava. Juntos, Hooch ajuda seu dono a encontrar o amor e revolver o último caso que seu pai deixou em aberto antes de morrer.

O seriado de 12 episódios é divertido e as trapalhadas do cachorro bagunceiro são o ponto alto da trama, especialmente quando ele contracena com Jeremy Maguire, o sobrinho de Turner. A dinâmica da família do policial é algo interessante de ver, já que a irmã de ScottLaura (Lyndsy Fonseca), tem uma uma carreira totalmente do irmão e prova que o talento para a investigação está no sangue, se empenhando para resolver o mistério que o pai estava envolvido.

Mesmo com a ajuda da irmã e de Hooch, a grande parceira de trabalho do protagonista é Jessica, vivida por Carra Patterson. Nos últimos anos tem crescido o número de atrizes estrelando tramas de ação eletrizantes, como “Mad Max: Estrada da Fúria”, “Tomb Raider”, “Ava” e “Viúva Negra”, mas são raras as vezes que uma mulher salva o dia na ficção durante um tiroteio estando grávida. A série inclusive brinca com isso, quando a policial é impedida de participar de uma operação e diz que os policiais acreditam que se ela espirrar a qualquer momento, o bebê vai nascer.

Apesar da boa intenção, a trama policial é rasa e pouco envolvente quando se compara com o original. O foco da história é realmente as trapalhadas de Hooch Turner, o que às vezes tira a atenção dos crimes que são investigados mereciam para serem desenvolvidos com mais profundidade, mas não prejudica a diversão.

Matt Nix (“The Good Guys”) é o criador, produtor executivo e roteirista da série. Michael HorowitzRobbie Duncan McNeill e Mary Viola completam o time como produtores executivos e Josh Levy também atua como coprodutor executivo.

A data de estreia da série “Turner e Hooch” está marcada para o dia 21 de julho no Disney+. Confira o trailer oficial: