CineBuzz
Cinema / Lançamentos / MOSTRA DE SP

45ª Mostra de São Paulo: 8 filmes brasileiros para ficar de olho

Sessões acontecerão em formato híbrido entre os dias 21 de outubro e 3 de novembro

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 14/10/2021, às 13h11

45ª Mostra de São Paulo: 8 filmes brasileiros para ficar de olho - Divulgação/Vitrine Filmes/Bananeira Filmes/Netflix
45ª Mostra de São Paulo: 8 filmes brasileiros para ficar de olho - Divulgação/Vitrine Filmes/Bananeira Filmes/Netflix

A 45ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo acontecerá entre os dias 21 de outubro e 3 de novembro, em formato híbrido, e a seleção de filmes brasileiros desse ano - já anunciada - reúne cerca de 40 títulos que integram a Mostra Brasil.

Os longas estão divididos nas seções Apresentação Especial, Competição Novos Diretores e Perspectiva Internacional. As produções são inéditas e foram finalizadas entre 2020 e 2021, com exceção dos títulos restaurados. Para você ficar de olho em mais uma edição da Mostra sem perder nada, nós do CineBuzz separamos 8 destaques brasileiros! Confira:

  • 7 PRISIONEIROS
Divulgação/Netflix

 

"7 Prisioneiros" é dirigido por Alexandre Moratto ("Sócrates"), e tem produção de Fernando Meirelles ("Cidade de Deus") e Ramin Bahrani ("O Tigre Branco"). O filme foi adquirido pela Netflix e deverá chegar ao streaming no dia 11 de novembro de 2021.

Na trama, o jovem Mateus (Christian Malheiros) sai do interior em busca de uma oportunidade de trabalho em um ferro-velho de São Paulo comandado por Luca (Rodrigo Santoro). Chegando lá, Mateus acaba se tornando vítima de um sistema de trabalho análogo à escravidão. Mas, como Mateus aprende com o tempo, até seu patrão tem um patrão. Se ele quiser encontrar uma saída, até onde ele deverá ir o que deverá se tornar?

O filme terá sessões presenciais.

 

  • MEDUSA
Divulgação/Bananeira Filmes

 

Exibido na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, o filme da diretora Anita Rocha da Silveira conta a história de Mariana, uma jovem de 21 anos que pertence a um mundo em que ela deve se esforçar ao máximo para manter a aparência de uma mulher perfeita.

Para resistir às tentações, Mariana e suas amigas fazem o possível para controlar tudo e todos ao redor. E isso inclui os pecadores da cidade. À noite, elas saem em grupo, usando máscaras, e caçam e agridem todas as mulheres que se desviaram do caminho correto. No entanto, chegará o dia em que a vontade de gritar será mais forte do que nunca.

O filme terá sessões presenciais. Confira o trailer:

 

  • DESERTO PARTICULAR
Divulgação/Pandora Filmes

 

Eleito representante do Brasil para concorrer a uma vaga ao Oscar 2022 na categoria de Melhor Filme Internacional, "Deserto Particular", novo longa de Aly Muritiba ("Ferrugem"), é estrelado por Antonio Saboia ("Bacurau") e foi exibido no Festival de Veneza deste ano, onde recebeu o Prêmio do Público. 

Na história, Daniel (personagem de Antonio) é um policial afastado do trabalho que mora em Curitiba, onde cuida do pai doente com devoção. Taciturno, Daniel é de poucas palavras e sorrisos. Sua única alegria é a misteriosa Sara, uma moça que mora no sertão da Bahia, e com quem se corresponde por aplicativo de celular. O desaparecimento súbito de Sara faz com que Daniel resolva cruzar o país em busca de seu amor.

O filme terá exibições presenciais. Confira o trailer:

 
  • A VIAGEM DE PEDRO
Divulgação/Vitrine Filmes

 

O novo filme da diretora Laís Bodanzki, de "Como Nossos Pais" e "Bicho de Sete Cabeças" traz Cauã Reymond no papel de Pedro, em 1831, durante a travessia do ex-imperador do Brasil pelo Atlântico em uma fragata inglesa rumo à Europa, buscando forças físicas e emocionais para enfrentar o irmão, que usurpou seu reino em Portugal. Pedro se vê doente e inseguro. Ele entra na embarcação em busca de um lugar e de uma pátria. Em busca de si mesmo.

O filme terá sessões presenciais.

 

  • O MARINHEIRO DAS MONTANHAS
Divulgação/VideoFilmes/Gullane

 

Exibido no Festival de Cannes, o novo filme do cineasta Karim Aïnouz ("A Vida Invisível") conta sua própria história e sua primeira ida à Argélia. Acompanhado da memória da mãe, Iracema, e de sua câmera, Aïnouz cria um relato detalhado da viagem à terra natal de seu pai; da travessia pelo mar à chegada à cordilheira do Atlas, em Kabylia - uma região montanhosa no norte da Argélia -, até o seu regresso. O documentário entrelaça o presente, o passado e o futuro.

O filme terá sessões presenciais.

 

  • ATO
Divulgação/Rubim Produções/BP Films

 

"Ato" é um curta dirigido por Barbara Paz ("Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou") e estrelado por Alessandra Maestrini e Eduardo Moreira. Com o mundo suspenso, Dante conhece Ava, uma mulher que lhe oferece seu carinho para facilitar sua passagem para o outro lado.

O curta faz parte do programa de curtas que será exibido na abertura da Mostra junto de "A Voz Humana", de Pedro Almodóvar e "A Noite", de Tsai Ming Liang.

 

  • MEU TIO JOSÉ

"Meu Tio José" é uma animação que conta a história de José Sebastião Rio de Moura, membro do movimento de esquerda "Dissidência da Guanabara". Ele participou do sequestro do embaixador estadunidense Charles Elbrick, em 1969, e ficou exilado no exterior por 10 anos.

Quando retorna ao Brasil, José é vitíma de um atentado que culmina em sua morte. No mesmo dia de seu assassinato, seu sobrinho Adonias precisa escrever uma redação na escola. O menino precisa lidar com o luto de perder o tio e decide transformar a tristeza em homenagem a José através de seu trabalho.

A produção baiana dirigida por Ducca Rios, com vozes de Wagner Moura, Tonico Pereira e Lorena Comparato competiu no Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy, na França deste ano. O filme será exibido gratuitamente no streaming Itaú Cultural Play.

 

  • FÉDRO
Divulgação/Phaedrus

 

Vinte anos após sua estréia como ator, o ator Reynaldo Gianecchini encontra seu mentor, o lendário diretor José Celso Martinez Corrêa para uma primeira leitura do Phaedrus de Platão. Uma reunião evitada por duas décadas. Documentário dirigido por Marcelo Sebá.

O filme terá sessões presenciais.