CineBuzz
Cinema / Premiações / MAIOR PREMIAÇÃO DO CINEMA

Oscar de Ariana DeBose coloca sua personagem de "Amor, Sublime Amor" em grupo seleto; saiba qual

Atriz venceu na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante por sua atuação em "Amor, Sublime Amor"

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 27/03/2022, às 21h53

Oscar de Ariana DeBose coloca sua personagem em "Amor, Sublime Amor" em grupo seleto; saiba qual - Divulgação/20th Century Studios
Oscar de Ariana DeBose coloca sua personagem em "Amor, Sublime Amor" em grupo seleto; saiba qual - Divulgação/20th Century Studios

A 94ª cerimônia do Oscar aconteceu na noite deste domingo (27), em Los Angeles, nos Estados Unidos, e homenageou as melhores produções e os melhores profissionais da indústria cinematográfica a cada ano.

Neste ano, a categoria de Melhor Atriz Coadjuvante foi disputada por: Judi Dench, por "Belfast"; Ariana DeBose, por "Amor, Sublime Amor"; Kirsten Dunst, por "Ataque dos Cães"; Jessie Buckley, indicada por "A Filha Perdida"; e Aunjanue Ellis, nomeada por "King Richard: Criando Campeãs".

E a atriz Ariana DeBose fez história ao ser eleita pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas a Melhor Atriz Coadjuvante por sua performance em "Amor, Sublime Amor", dirigido por Steven Spielberg.

Com seu prêmio, Ariana se tornou a primeira mulher declaradamente queer a vencer um Oscar. Antes dela, entre os atores, John Gielgud ganhou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, em 1982, por "Arthur, o Milionário Sedutor'".

GRUPO SELETO

A vitória de Ariana DeBose na categoria fez com que a atriz repetisse o feito de Rita Moreno, que em 1962 venceu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante ao também interpretar a personagem Anita.

Com isso, DeBose e Moreno entram para um seleto grupo de atores que ganharam o Oscar pelo mesmo personagem:

  • CORINGA

Joaquin Phoenix venceu o Oscar de Melhor Ator, em 2020, por "Coringa". E Heath Ledger venceu como Melhor Ator Coadjuvante pelo mesmo personagem em "Batman: O Cavaleiro das Trevas", em 2009.

  • VITO CORLEONE

Em 1973, Marlon Brando venceu o Oscar de Melhor Ator ao interpretar o patriarca dos Corleone em "O Poderoso Chefão".

Feito repetido por Robert De Niro em 1975, que venceu na categoria de Melhor Ator Coadjuvante ao interpretar um jovem Vito Corleone em "O Poderoso Chefão II".