CineBuzz

"Vingança & Castigo" é eleito o melhor filme pela Associação de Críticos Afro-Americanos

"King Richard: Criando Campeãs" foi outro destaque da premiação

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 18/01/2022, às 12h31

"Vingança & Castigo" é eleito o melhor filme pela Associação de Críticos Afro-Americanos - Divulgação/Netflix
"Vingança & Castigo" é eleito o melhor filme pela Associação de Críticos Afro-Americanos - Divulgação/Netflix

"Vingança & Castigo" ganhou as principais categorias nos prêmios da Associação de Críticos de Cinema Afro-Americanos (AAFCA) deste ano.

O western da Netflix dirigido por Jeymes Samuel levou para casa os prêmios de Melhor Filme, Melhor Elenco e Melhor Direção. Outro filme premiado nas categorias principais foi “King Richard: Criando Campeãs”, que premiou os cotados ao Oscar Will Smith em Melhor Ator e Aunjanue Ellis em Melhor Atriz Coadjuvante.

Foi um ano fantástico para o cinema”, disse Gil Robertson, presidente e cofundador da AAFCA. “Os vencedores da AAFCA deste ano não apenas nos divertiram, mas também nos educaram e inspiraram, e estamos ansiosos para celebrá-los no AAFCA Awards.

Os vencedores serão homenageados em cerimônia que acontecerá em 2 de março em Los Angeles, Califórnia. Além dos vencedores, outros ganhadores de prêmios de conquistas especiais serão revelados nas próximas semanas.

Confira abaixo a lista completa dos vencedores deste ano:

Melhor Filme: “Vingança & Castigo”
Melhor Diretor: Jeymes Samuel (“The Harder They Fall”)
Melhor Roteiro: “Não Olhe para Cima” (Adam McKay)
Melhor Ator: Will Smith (“King Richard: Criando Campeãs”)
Melhor Atriz: Jennifer Hudson (“Respect”)
Melhor Ator Coadjuvante: Corey Hawkins (“A Tragédia de Macbeth”)
Melhor Atriz Coadjuvante: Aunjanue Ellis (“King Richard: Criando Campeãs”)
Ator Revelação: Saniyya Sidney (“King Richard: Criando Campeãs”)
Melhor Elenco: “Vingança & Castigo”
Diretor Emergente: Reinaldo Marcus Green (“King Richard: Criando Campeãs”)
Melhor Música: “Vingança & Castigo” (Jeymes Samuel, Kid Cudi, Jay-Z)
Melhor Longa-Metragem Independente: “Who We Are”
Melhor Documentário: “Summer of Soul”