CineBuzz
Cinema / VEM AÍ!

10 destaques do Festival de Veneza para deixar no radar

Entre premiados e celebrados, separamos 10 filmes que serão lançados em breve

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 15/09/2021, às 13h22

10 destaques do Festival de Veneza para deixar no radar - Warner Bros./NEON/Diamond Films/Netflix
10 destaques do Festival de Veneza para deixar no radar - Warner Bros./NEON/Diamond Films/Netflix

A 78ª edição do Festival de Veneza chegou ao fim após apresentar alguns dos filmes mais aguardados do ano. Agora, o público fica ansioso para saber quando estes filmes, que foram aplaudidos, comentados e premiados, chegarão por aqui nos cinemas ou nos streamings.

Nós, do CineBuzz, separamos 10 filmes que foram destaque no Festival e devem dominar as discussões e apostas para a temporada de premiações de 2022, para que você possa deixá-los no radar. Confira:

 

DUNA

Divulgação/Warner Bros.

 

Começando por um dos filmes mais aguardados do ano. "Duna" foi exibido em uma sessão especial e foi ovacionado durante 8 minutos pelo público. A adaptação do livro de Frank Herbert será dirigida por Denis Villeneuve e conta com grande elenco, destaque para Zendaya, Timothée Chalamet, Rebecca Ferguson e Jason Momoa.

A estreia está programada para 22 de outubro, nos cinemas e na HBO Max. 

 

SPENCER

Divulgação/NEON/Diamond Films

 

Após a exibição de "Spencer", muitos pensaram que a atriz Kristen Stewart seria premiada com o Coppa Volpi de Melhor Atriz. Apesar do drama biográfico sobre os últimos anos de vida da Princesa Diana não ter ganhado nada, ele segue entre os mais aguardados pelo público.

A Diamond Films ainda não divulgou a data de lançamento do filme no Brasil.

 

ATAQUE DOS CÃES

Divulgação/Netflix

 

Um dos principais destaques em Veneza foi o filme da diretora Jane Campion ("O Piano"), vencedora do prêmio de Melhor Direção no Festival, fazendo dela uma das principais concorrentes ao Oscar. A história acompanha o personagem de Benedict Cumberbatch em um relacionamento conturbado com seu irmão, vivido por Jesse Plemons, e a cunhada, interpretada por Kirsten Dunst.

A estreia está programada para o dia 1º de dezembro, na Netflix.

 

A MÃO DE DEUS

Divulgação/Netflix

 

Vencedor do Grande Prêmio do Júri, o filme do diretor Paolo Sorrentino acompanha o jovem Fabietto Schisa vivenciando alegrias e uma tragédia, na Nápoles dos anos 80, que coincidem com a chegada da lenda do futebol Diego Maradona à cidade.

A estreia está programada para o dia 15 de dezembro, na Netflix.

 

A FILHA PERDIDA

Divulgação/Netflix

 

Vencedor do prêmio de Melhor Roteiro no festival, o filme que marca a estreia de Maggie Gyllenhaal como diretora conta a história de Leda (Olivia Colman), uma professora universitária que, durante suas férias de verão na Itália, se torna obcecada por uma jovem mulher chamada Nina (Dakota Johnson) e sua filha pequena. Ao se aproximar da família, Leda passa a confrontar traumas antigos na medida que ela começa a avaliar as consequências de suas ações no passado.

O filme ainda não tem data de estreia confirmada pela Netflix.

 

NOITE PASSADA EM SOHO

Divulgação/Universal Pictures

 

O novo filme de Edgar Wright agradou a crítica presente no Festival. Protagonizado por Anya Taylor-Joy e Thomasin McKenzie, o thriller psicológico conta a história de uma jovem apaixonada por moda (McKenzie) que é capaz de se transportar para a década de 60, onde encontra Sandy (Taylor-Joy), uma deslumbrante aspirante a cantora de quem ela é fã. Só que a Londres dos anos 60 pode não ser o que parece e trazer consequências sombrias.

A Universal Pictures ainda não divulgou a data de lançamento do filme no Brasil.

 

MADRES PARALELAS

Divulgação/Sony Pictures

 

O novo filme do diretor Pedro Almodóvar foi exibido na abertura do Festival e rendeu a Penélope Cruz o Coppa Volpi de Melhor Atriz. Na história, duas mães dão entrada no mesmo hospital, no mesmo dia, para dar à luz. A partir deste encontro, a trama acompanha os acontecimentos na vida das duas ao longo das décadas que se seguem.

O filme ainda não tem data de lançamento para o Brasil.

 

O ÚLTIMO DUELO

Divulgação/20th Century Studios

 

Dirigido pelo veterano Ridley Scott e protagonizado por Ben Affleck, Jodie Comer, Adam Driver e Matt Damon, "O Último Duelo" é baseado em eventos reais e narra a história do duelo entre o cavaleiro Jean de Carrouges (Damon) e o escudeiro Jaques Le Gris (Driver), acusado de ter violado a esposa do cavaleiro. A luta, estabelecida pelo próprio rei da França, Carlos VI, marca o grande drama de vingança e crime do século XIV, que tem a esperança de ser resolvido somente após o combate. 

A 20th Century Studios ainda não divulgou a data de lançamento do filme no Brasil.

 

DESERTO PARTICULAR

Divulgação/Pandora Filmes

 

O novo longa de Aly Muritiba ("Caso Evandro") foi exibido na Mostra Venice Days, onde conquistou o Prêmio do Público.

Na história, Daniel (Antonio Saboya) é um policial afastado do trabalho que mora em Curitiba, onde cuida do pai doente com devoção. Taciturno, Daniel é de poucas palavras e sorrisos. Sua única alegria é a misteriosa Sara, uma moça que mora no sertão da Bahia, e com quem se corresponde por aplicativo de celular. O desaparecimento súbito de Sara faz com que Daniel resolva cruzar o país em busca de seu amor.

A Pandora Filmes ainda não divulgou a data de lançamento do filme no Brasil.

 

L'ÉVÉNEMENT

Divulgação/Wild Bunch

 

O grande vencedor do Festival de Veneza, premiado com o Leão de Ouro, ainda não tem distribuição garantida no Brasil, mesmo assim, merece ficar no radar, já que o Festival tem tendência a indicar filmes que devem aparecer nas premiações seguintes.

Nas últimas três edições de Veneza, o vencedor do Leão de Ouro - "Coringa", em 2019; "Roma", em 2018"; e "A Forma da Água", em 2017 - sempre foi destaque nas principais premiações da temporada.

O filme de Audrey Diwan, diretora francesa de origem libanesa, se passa na França dos anos 60 e acompanha a estudante universária Anne (Anamaria Vartolomei) que vê sua emancipação ameaçada ao engravidar. A história aborda a temática do aborto ilegal e a ausência de direitos para as mulheres.