CineBuzz
Cinema / MOSTRA DE SP

45ª Mostra de São Paulo: 5 filmes sobre dilemas dos jovens

Seleção traz duas produções brasileiras e outros três longas europeus

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 03/11/2021, às 10h38

45ª Mostra de São Paulo: 5 filmes sobre dilemas dos jovens - Divulgação/Bananeira Filmes/Cinéma Defacto/Killers
45ª Mostra de São Paulo: 5 filmes sobre dilemas dos jovens - Divulgação/Bananeira Filmes/Cinéma Defacto/Killers

A 45ª edição da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo reuniu uma seleção de 264 títulos de todo o mundo, e uma temática que sempre está presente em festivais é o coming of age, filmes que tratam de amadurecimento dos jovens.

Nós de CineBuzz separamos 5 filmes nos quais jovens lançam um olhar para o mundo enquanto enfrentam os dilemas da juventude. Confira:

  • IRMANDADE
Divulgação/List Production

 

Sinopse: Maya e Jana são adolescentes e inseparáveis. Jana costuma assumir a liderança das ações e é seguida pela amiga. Até que um dia, ela convence Maya a postar um vídeo em que Elena, a garota mais popular da escola, aparece fazendo sexo com o interesse amoroso de Maya. O vídeo viraliza e Elena vê sua vida destruída. Após um violento confronto entre as três garotas, Elena desaparece. Maya quer ir à polícia, mas isso não está nos planos de Jana. Maya, então, passa a ser o seu novo alvo, ao mesmo tempo em que tenta encontrar coragem para sair desse relacionamento tóxico e lidar com o segredo que ameaça arruinar o seu futuro.

O DILEMA: Relacionamentos abusivos também acontecem entre os jovens, no caso de "Irmandade", a amizade de duas garotas é colocada à prova após um vídeo divulgado na internet. Uma quer arriscar ir até o fim das consequências, enquanto a outra percebe o mal que fizeram e quer desistir. Apesar do tema batido, o longa traz boas atuações da dupla principal. 

 

  • OLGA
Divulgação/Cinéma Defacto

 

Sinopse: Em 2013, Olga, uma talentosa ginasta ucraniana de 15 anos, está exilada na Suíça tentando conquistar seu espaço no National Sports Center. Mas a revolta de Euromaidan, uma onda de manifestações nacionalistas e de agitação civil, irrompe em Kiev, e repentinamente envolve seus familiares. Enquanto Olga precisa se adaptar ao novo país e se preparar para o Campeonato Europeu, a revolução ucraniana entra em sua vida, transformando-a completamente.

O DILEMA: Não deve ser fácil para uma jovem de 15 anos sair de seu país natal, deixar a família para trás e se adaptar a uma nova pátria, de idioma diferente, enquanto a pressão de uma competição internacional bate à porta. A atuação de Nastya Budiashkina é potente e o filme de estreia de Elie Grappe surpreende com um final que foge do convencional.

 

  • MEDUSA
Divulgação/Bananeira Filmes

 

Sinopse: Há muitos e muitos anos, a bela Medusa foi severamente punida por Atena, a deusa virgem, por não ser mais pura. Hoje, a jovem Mariana pertence a um mundo em que deve se esforçar ao máximo para manter a aparência de uma mulher perfeita. Para não caírem em tentação, ela e suas amigas se esforçam ao máximo para controlar tudo e todas à sua volta. Porém, há de chegar o dia em que a vontade de gritar será mais forte.

O DILEMA: Mais um filme em que amizades são testadas. No caso de "Medusa", a protagonista Mariana vai se libertando das amarras de sua doutrinação religiosa após um encontro assustador com uma lenda da região onde mora. A diretora Anita Rocha da Silveira propõe essa libertação feminina em um exercício que não nega suas raízes de terror.

 

  • MURINA
Divulgação/RT Features

 

Sinopse: As tensões se acirram entre Julija (Gracija Filipović), uma adolescente rebelde, e Ante (Leon Lučev), seu pai opressor, quando um velho amigo da família chega à casa de veraneio deles na Croácia. Enquanto Ante tenta fechar um negócio promissor, a rotina tranquila, porém isolada, desperta em Julija a vontade de conhecer mais sobre esse influente hóspede, o que oferece um vislumbre de liberdade durante um fim de semana propenso ao desejo e à violência.

O DILEMA: A opressão patriarcal é o grande dilema enfrentado por Julija, uma jovem presa a uma ilha que não suporta mais os mandos e desmandos do pai. A diretora Antoneta Alamat Kusijanović propõe um coming of age com ares de sessão de terapia familiar ao colocar o amigo visitante como uma tentadora oportunidade da jovem sair daquela ilha.

  • URUBUS
Divulgação/Killers

 

Sinopse: São Paulo. Na quarta maior cidade do mundo, onde a pichação cobre mais muros e prédios do que em qualquer outro lugar no planeta, Trinchas comanda um grupo de pichadores que escala os edifícios mais altos para deixar sua marca. Quando ele conhece Valéria, uma estudante de arte, seus universos colidem, resultando na invasão da 28ª Bienal de São Paulo. A partir de então, a pichação ocupa seu lugar no mundo da arte e o bando de jovens invisíveis da periferia torna-se protagonista de um polêmico debate cultural.

O DILEMA: Lançando olhar para um grupo de jovens pichadores, geralmente colocados à margem da sociedade, o filme de Claudio Borrelli acertar ao colocá-los no protagonismo, com ótimos momentos que flertam com o documental. Só derrapa quando foca no romance juvenil.