CineBuzz
Cinema / DC

Abaixo-assinado para demissão de Amber Heard em "Aquaman 2" ultrapassa 3 milhões de assinaturas

Número cresceu após a última audição de Amber Heard e Johnny Depp na justiça

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 03/05/2022, às 10h35 - Atualizado às 10h55

Abaixo-assinado para demissão de Amber Heard em "Aquaman 2" ultrapassa 3 milhões de assinaturas - Divulgação/Warner Bros
Abaixo-assinado para demissão de Amber Heard em "Aquaman 2" ultrapassa 3 milhões de assinaturas - Divulgação/Warner Bros

E os espectadores da ação movida por Johnny Depp contra Amber Heard não param! Após a última reunião entre os astros no tribunal de justiça, a petição aberta para a demissão de Heard em "Aquaman 2" ultrapassou mais de três milhões de assinaturas. Os dados estão sendo computados no site Change.org.

Confira uma imagem que comprova os números:

Além da audiência mais recente, o anúncio feito pela Globo de que exibiria o primeiro filme protagonizado por Jason Momoa nesta terça-feira (3), fermentou o Twitter com mais posicionamentos sobre o caso, culminando para o aumento constante de assinantes que apoiam Depp e não aceitam sua saída de duas grandes franquias: "Piratas do Caribe" e "Animais Fantásticos".

Após o primeiro pedido dos fãs de Johnny Depp para o desligamento de Amber da franquia, em outubro de 2021, o produtor de "Aquaman 2", Peter Safran respondeu: “Não acho que iremos reagir a isso. Honestamente, é pura pressão dos fãs. É preciso fazer o melhor para o filme e deve ser a Amber Heard”, declarou. Em seguida, a intérprete de Mera também se posicionou: “São apenas rumores pagos, campanhas pagas nas redes sociais não ditam a escolha do elenco. Eles não tem base na realidade”.

Dado os últimos fatos, as acusações da intérprete de Mera na DC contra o ex-Grindelwald de "Animais Fantásticos", supostamente provaram que o astro de Hollywood não cometera danos físicos contra a atriz, mas o contrário. Através de áudios expostos no julgamento, e posteriormente entre os veículos de notícia, Amber Heard seria a autora de tais feitos. Ainda assim, nada pode ser oficializado, uma vez que o juíz não chegou a um veredito final.

 

SOBRE "AQUAMAN E O REINO PERDIDO"

Na sequência, "quando um antigo poder é libertado, Aquaman deve forjar uma perigosa aliança com um aliado improvável para proteger Atlântida – e todo o mundo – de uma devastação irreversível", revela a sinopse. Além do que o novo texto fala sobre a Parte 2, mais detalhes estão sendo mantidos em segredo, mas espera-se que esteja relacionado mitologicamente a Arthur Curry e o reino submerso, Atlântis. A suspeita é que tenha uma ligação com o sétimo reino desaparecido de Atlântis, mencionado pelo Rei Orm no primeiro filme, de 2018.

Além de Jason Momoa no papel principal, o elenco também conta com Patrick Wilson (trilogia "Invocação do Mal') e Yahya Abdul-Matteen II (“Matrix Resurrections”) como o vingativo vilão Arraia-Negra. O cineasta James Wan retoma na direção do projeto da DC e produz o longa ao lado de Peter Safran, enquanto David Leslie Johnson-McGoldrick, que co-escreveu o filme original, foi encarregado de assinar o roteiro da sequência.

"Aquaman e o Reino Perdido" deve chegar aos cinemas no dia 17 de março de 2023.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!