CineBuzz
Cinema / DC

"Batman": Matt Reeves explica motivo para descartar roteiro de Ben Affleck

Ator iria dirigir e estrelar a nova produção da Warner Bros

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 27/01/2022, às 12h56 - Atualizado às 13h21

"Batman": Matt Reeves explica motivo para descartar roteiro de Ben Affleck - Divulgação/Warner Bros
"Batman": Matt Reeves explica motivo para descartar roteiro de Ben Affleck - Divulgação/Warner Bros

"Batman", novo filme da DC sobre o Homem-Morcego, seria originalmente dirigido e estrelado por Ben Affleck, e teria roteiro assinado por ele e Geoff Johns ("Stargirl"). Mas, após os conflitos e relatar uma péssima experiência no set de filmagens de "Liga da Justiça", Affleck desistiu do projeto e Matt Reeves assumiu.

Com isso, após tomar as rédeas do futuro filme, o cineasta e sua equipe decidiram descartar o roteiro feito pelo intérprete de anos do personagem, uma vez que sua intenção era produzir um longa-metragem independente e sem ligação alguma com o universo da DC.

Em uma entrevista concedida à Esquire, Reeves explicou sua decisão. "Embora fosse uma visão muito válida para o personagem, estava muito dirigido à ação. Estava profundamente conectado ao DCEU, com outros personagens importantes de outros filmes e outros quadrinhos surgindo. Qando li esse roteiro, percebei que não se encaixava com o que eu pretendia fazer com o Batman", contou.

Como já foi divulgado, o filme que Ben Affleck assumiria tinha o intuito de mostrar o herói lutando contra o Exterminador (Joe Manganiello), e também daria início à uma trama envolvendo a Legião do Mal, liderada por Lex Luthor (Jesse Eisenberg).

Em contrapartida, "Batman" deve acompanhar o segundo ano de Bruce como Homem-Morcego, combatendo os crimes como a personificação da vingança. Quando um assassino atinge a elite de Gotham com uma série de maquinações sádicas, uma trilha de pistas enigmáticas envia o Maior Detetive do Mundo em uma investigação sobre o submundo e o leva cada vez mais para perto de casa.

Para concluir, Reeves disse que o projeto seria ótimo caso fosse dirigido por Affleck, mas que o enredo era pessoal demais para que pudesse seguir. “Parecia muito pessoal para mim, então não me identifiquei com a trama. Acho que daria muito certo se Affleck continuasse no projeto. Mas, na minha visão, eu queria mostrar um Batman mais estratégico e metódico, ainda que ele seja violento, ele é um detetive. Eu sempre ansiei por explorar esse lado dele", explicou.

"Batman" chega aos cinemas no dia 4 de março.