CineBuzz
Cinema / NOVIDADES

"Blonde": Cinebiografia de Marilyn Monroe vai ”ofender todo mundo”, revela diretor

Longa estrelado por Ana de Armas chega à Netflix ainda este ano

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 13/05/2022, às 12h07 - Atualizado às 12h31

"Blonde": Cinebiografia de Marilyn Monroe vai ”ofender todo mundo”, revela diretor - Divulgação/Netflix
"Blonde": Cinebiografia de Marilyn Monroe vai ”ofender todo mundo”, revela diretor - Divulgação/Netflix

Desde que foi anunciado, "Blonde", cinebiografia de Marilyn Monroe, tem dado o que falar. E, em recente entrevista à Vulture, o diretor Andrew Dominik ("O Homem da Máfia") comentou sobre os tópicos sensíveis que serão abordados na produção e provavelmente não agradará muitas pessoas.

“Se [o filme] tivesse saído alguns anos atrás, provavelmente teria saído no auge do movimento #MeToo e seria uma expressão de todas aquelas coisas”, começou. “Estamos em um momento agora, creio eu, em que as pessoas estão incertas sobre onde estão os limites. É um filme que definitivamente tem moralidade sobre ele. Mas nada em águas bastante ambíguas, porque não sei se será tão seco quanto as pessoas desejam. Há algo nele para ofender todo mundo”, explicou Dominik.

A obra estrelada por Ana de Armas ("Águas Profundas") é baseada no livro homônimo escrito por Joyce Carol Oates. Ela disse que viu um corte e chamou o longa de “surpreendente, brilhante” e “muito perturbador”. Dizendo que é “uma interpretação totalmente feminista”.

Dominik afirmou que as filmagens de "Blonde" foram encerradas em julho de 2021 e a demora no lançamento se deve à edição. “Acho que poderia ter ido para Veneza no ano passado. Poderia ter saído na safra de outono do ano passado, mas… demorou um pouco entregar o corte final. Todos os meus filmes demoram um pouco para serem montados”.

Netflix ainda não anunciou uma data de lançamento para “Blonde”, mas o título foi incluído em seu anúncio oficial da lista de filmes de 2022. 


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!