CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / VEM AÍ!

Cinemateca fará primeira exibição pública da cópia restaurada de "Deus e o Diabo na Terra do Sol"

Exibição fará parte da Mostra Espetáculo Polêmica Cultura que acontece de 30 de junho a 10 de julho

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 21/06/2022, às 15h48

Cinemateca fará primeira exibição pública da cópia restaurada de "Deus e o Diabo na Terra do Sol" - Divulgação/Produções Cinematográficas Herbert Richers S.A./Copacabana Filmes
Cinemateca fará primeira exibição pública da cópia restaurada de "Deus e o Diabo na Terra do Sol" - Divulgação/Produções Cinematográficas Herbert Richers S.A./Copacabana Filmes

A Cinemateca Brasileira irá promover, entre os dias 30 de junho a 10 de julho, a Mostra Espetáculo Polêmica Cultura, uma mostra dividida em três blocos para celebrar os 60 anos da fundação da Sociedade Amigos da Cinemateca.

A SAC foi fundada em 1962 com o objetivo de articular apoio dos poderes públicos e da iniciativa privada para obter os recursos materiais necessários ao desenvolvimento dos trabalhos da Cinemateca Brasileira.

Ao longo do evento, os familiares de Dante Ancona Lopez, primeiro presidente da Cinemateca, que também exerceu o cargo de diretor, juntamente com Florentino Llorente, João Guilherme de Oliveira Costa e Rui Nogueira Martins farão a doação do acervo do empresário à instituição.

Um dos destaques da Mostra será a primeira exibição pública no Brasil da cópia restaurada de "Deus e o Diabo na Terra do Sol", de Glauber Rocha, exibido na 75ª edição do Festival de Cannes, na Mostra Cannes Classics deste ano. 

Confira a programação:

  • PROGRAMAÇÃO 1: GRANDES ESTREIAS NACIONAIS

Muitos dos grandes nomes do cinema brasileiro exibiram seus filmes pela primeira vez em uma das salas administradas pela SAC. A Mostra SAC vai apresentar clássicos do nosso cinema, entre os quais, "Deus e o Diabo na Terra do Sol", de Glauber Rocha, "Garrincha, Alegria do Povo", de Joaquim Pedro de Andrade, "A Hora e a Vez de Augusto Matraga", de Roberto Santos.

  • PROGRAMAÇÃO 2: GRANDES ESTREIAS INTERNACIONAIS

Dante Ancona Lopez trouxe filmes raríssimos de diversos países para as salas da SAC, ajudando a formar o público cinéfilo de São Paulo. A mostra contará com sessões dos espetaculares "Faraó", de Jerzy Kawalerowicz, "O Momento da Verdade", de Francesco Rosi, dos polêmicos "A Passageira", de Andrzej Munk e Witold Lesiewicz, "Os Subversivos", dos irmãos Taviani e do raro "O Crime da Aldeia Velha", de Manuel Guimarães, além de "Um Cão Andaluz" e "O Anjo Exterminador", de Luis Buñuel, "Mickey One", de Arthur Penn, "Cinzas e Diamantes", de Andrzej Wajda, entre outros.

  • PROGRAMAÇÃO 3: FILMES EXIBIDOS NAS INAUGURAÇÕES DAS SALAS

Os cinemas e auditórios programados pela SAC desde 1962, sempre foram reconhecidos como singulares centros de formação cultural. Gerações de artistas, intelectuais e cinéfilos frequentaram esses espaços e puderam conhecer e ‘tomar gosto” pelos filmes de arte e, ao mesmo tempo, reconhecer a importância da Cinemateca Brasileira e de seu acervo-repertório na formação de uma sólida cultura cinematográfica. A Mostra SAC traz todos os filmes que foram exibidos na abertura de cada uma das salas programadas pela organização.

São eles:

  • Cine Coral: Projetado pelo arquiteto Túlio Ficarelli, o cinema foi inaugurado em 1958, na Rua 7 de Abril, 381, com a exibição do filme "Esses Maridos", de Luigi Comencini.

  • Cine Picolino: Inaugurado em 1955, a sala localizada na Rua Augusta 1513 (ao lado do prédio ocupado hoje pelo Espaço Itaú de Cinema), era propriedade da empresa Rilo de Cinemas e Hoteis S.A. e também integrava o circuito da Cia. Serrador. A partir de março de 1965, a Serrador e a SAC passaram a programar as atividades do Picolino. Para a inauguração dessa nova fase, foi lançado o filme italiano "Os Amantes de Florença", de Carlo Lizzani, com Marcelo Mastroianni no elenco. 

  • Cine Scala: O Scala, localizado na rua Aurora, 720, Santa Ifigênia, foi inaugurado em 1962 com uma sessão de "Ópera dos Pobres", de George W. Pabst.

  • Auditório do Museu de Arte de São Paulo: No final de 1962, a SAC passou a promover atividades no auditório do MASP. Em março de 1963, na solenidade que marcou o início das atividades da SAC no Museu, foi apresentado o filme "Harakiri", de MasakiKobayashi, que um mês depois seria exibido em Cannes como representante oficial do Japão.

  • Belas Artes: Em 14 de julho de 1967, foi inaugurado o Cine Belas Artes, com a exibição da comédia "Os russos estão chegando! Os russos estão chegando!", dirigido por Norman Jewison.

  • Sala Cinemateca: Por oito anos, a Sala Cinemateca ocupou o espaço do antigo Cine Fiametta, na rua Fradique Coutinho (atual Cinesala). Em sua inauguração, foi exibida a versão restaurada de "A paixão de Joana D’Arc", de Carl Theodor Dreyer.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!