CineBuzz
Cinema / HOMENAGEM

"Conhecimento": curta de animação em homenagem a Marielle Franco terá narração de sua irmã, Anielle

Filme de Luciano Lagares será lançado no YouTube no dia 25 de agosto, Dia Nacional da Educação Infantil

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 23/08/2021, às 14h19

"Conhecimento": curta de animação em homenagem a Marielle Franco terá narração de sua irmã, Anielle - Openthedoor
"Conhecimento": curta de animação em homenagem a Marielle Franco terá narração de sua irmã, Anielle - Openthedoor

"Conhecimento", curta-metragem em animação de Luciano Lagares, terá a narração de Anielle Franco, irmã da socióloga e vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, no Rio de Janeiro.

Finalizado em 2018, originalmente em inglês sob o título "Knowledge", agora, o curta ganhou sua versão em português intitulada "Conhecimento" e fará sua estreia no dia 25 de agosto - Dia Nacional da Educação Infantil - no canal da Openthedoor no YouTube.

Para a produção do curta, em 2017, o diretor Luciano Lagares se sentiu impelido a criar um roteiro em que o conhecimento fosse o protagonista. “Um ano estranho, em que um burburinho começou a correr entre pessoas simples, amigos, parentes, em que ouvi manifestações inimagináveis com tendências fascistas” afirmou ele.

A inspiração para "Conhecimento" veio da história de Malala Yousafzai, voz relevante em favor da educação e dos estudos, e da vereadora e ativista pelos direitos humanos Marielle Franco. Não é exagero afirmar que pessoas podem se tornar alvos em razão da busca pelo conhecimento”, afirma Luciano.

Fazer a narração com a voz de Anielle Franco, irmã mais nova de Marielle, deu ainda mais significado ao filme: “Anielle é incrível, uma pessoa alegre e muito simpática. Olhando para ela, mal dá para dizer quanto peso ela carrega. Infelizmente, estar num lado diferente dos que pregam o ódio é se tornar alvo de perseguições. Acredito que o filme 'Conhecimento' é também um derivado dessa experiência do que aconteceu com Marielle e com diversos outros fomentadores do conhecimento”, diz Luciano.

Luciano utilizou a técnica de animação quadro a quadro e com frames que "tremelicam" para ressaltar a ideia de tempo. O diretor também evitou criar rostos para a animação: “Sugeri a figura da Malala e as demais estudantes com linhas para lembrar o véu cobrindo a cabeça. Já para mostrar a agressividade dos intolerantes e a violência geralmente adotada, as figuras em vermelho são rabiscadas de forma grosseira”, explica ele.

 

SOBRE A OPENTHEDOOR

Openthedoor atua na criação, no desenvolvimento e na produção de conteúdos originais para filmes de longa-metragem, séries, curtas, branded content, dedicando-se a estabelecer uma poderosa voz para contar histórias relevantes.

Desde 2017, a Openthedoor passou a discutir internamente os caminhos de produção de conteúdo no mundo, as vertentes que surgiam e passou também a produzir conteúdos próprios de entretenimento, embora alguns produtos audiovisuais tivessem sido produzidos anos antes.

Buscou-se, a partir de então, elaborar e apresentar projetos de conteúdo para programadores, compradores, parceiros comerciais e o público, utilizando recursos diversos na formatação e comunicação, desenvolvendo o setor de audiovisual tanto quanto o departamento de publicidade.