CineBuzz
Cinema / ESTREIA

Documentário sobre a primeira palhaça negra do Brasil será transmitido pelo SescTV

"Minha Avó Era Palhaço!" vai ao ar no dia 2 de setembro, quinta, às 19h

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 26/08/2021, às 16h27 - Atualizado às 16h29

Documentário sobre a primeira palhaça negra do Brasil será transmitido pelo SescTV - Reprodução/Di Ôio Produções
Documentário sobre a primeira palhaça negra do Brasil será transmitido pelo SescTV - Reprodução/Di Ôio Produções
"Minha Avó Era Palhaço!", documentário que conta a história da primeira palhaça negra do Brasil, será transmitido pelo SescTV, no dia 2 de setembro, quinta-feira, a partir das 19h. É possível assistir também pelo site do SescTV no mesmo horário.
 
O filme conta a história de Xamego, considerado a principal atração do Circo Guarany nas décadas de 1940 a 1960, na verdade, o palhaço Xamego era interpretado pela atriz Maria Eliza Alves dos Reis. O filme é dirigido pela dupla Ana Minehina e Mariana Gabriel, neta de Maria Eliza. Confira o teaser:
 

A neta Mariana Gabriel conta que cresceu ouvindo histórias sobre o tempo de sua avó no circo e, por isso, também sonha em ser palhaço. “São memórias que não saem da minha cabeça e que carrego com os meus guardados mais preciosos”, comenta. No documentário, essas lembranças também vão construindo a história de Maria Eliza por meio de depoimentos da família, de representantes do circo e de especialistas.

"Minha Avó era Palhaço!" destaca a influência dos negros no espetáculo circense e o preconceito que sofriam nesse meio. Daise Gabriel, filha de Xamego, fala que seu avô João Alves era o único negro em um seleto grupo de proprietários brancos. Entretanto e felizmente, era respeitado e reconhecido. O machismo também predominava na época.

Segundo a historiadora Ermínia Silva, o termo palhaça nem existia. “Palhaço era coisa de homem”, afirma. “O feminino de palhaço só vai existir após o surgimento das escolas de circo, no final da década de 1970 e começo de 1980”, afirma Ermínia. Seria esse o motivo de Maria Eliza ser um palhaço? Tabajara Pimenta, o homem-foca, acredita que não. “Era ela que fazia questão de não divulgar, penso eu”.

Além de mostrar o momento no qual Maria Eliza resolveu ser palhaço, o documentário aborda também sua participação na Caravana do Peru que Fala, do apresentador Silvio Santos; e os momentos de crise do Circo Guarany.