CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / EITA!

Elliot Page foi forçado por produtora a usar vestido na estreia de "Juno"

Page, que se declarou transexual em dezembro de 2020, sentiu-se "colocado no armário" novamente

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 02/06/2022, às 16h40

Elliot Page foi forçado por produtora a usar vestido na estreia de "Juno" - Divulgação/Getty Images: Photo by David Livingston
Elliot Page foi forçado por produtora a usar vestido na estreia de "Juno" - Divulgação/Getty Images: Photo by David Livingston

O ator Elliot Page, conhecido por "The Umbrella Academy", recordou um momento traumático de sua carreira, quando ainda não tinha se assumido transgênero publicamente, durante sua entrevista ao Esquire. Ao veículo, ele contou que foi forçado pela produtora de "Juno", lançado em 2007, a usar um vestido e salto alto em sua estreia.

"Quando 'Juno' estava no auge de sua popularidade, durante o período de pré-estreias, fui colocado no armário, vestiram-me com salto alto e todo um look. Eu não estava bem e não sabia como falar sobre isso com ninguém", contou Pagesobre o momento ocorrido durante o Festival de Cinema de Toronto.

Elliotainda falou sobre o momento em que foi levado às pressas para lojas de luxo para que pudesse escolher seu eventual outfit para a premiação. "Eu disse que queria usar um terno e a Fox Searchlight (produtora de 'Juno') basicamente disse: 'Não, tens de usar vestido'", declarou. 

O astro ainda ressaltou que a decisão tomada por Fox, sem aceitar sua própria opinião, tira a opção de outras pessoas/mulheres que não querem usar apenas vestidos e saltos. "Muitas mulheres vestem-se como eu me visto", completou. "Eu entendo que as pessoas não entendam. 'Ah, f*da-se, você é famoso e tem dinheiro e teve que usar um vestido, que peninha'. Eu entendo essa reação. Mas isso se mistura com: eu gostaria que as pessoas entendessem que essa m*rda literalmente quase me matou", finalizou.

O anúncio de transição de gênero foi feito por Elliot Pageatravés das redes sociais, em 2020. "Olá, amigos. Eu quero compartilhar com vocês que eu sou trans e meus pronomes são ele/dele, e meu nome é Elliot", escreveu. "Eu sou sortudo por estar escrevendo isso. Por estar aqui. Por ter chegado neste momento da minha vida", afirmou. "A verdade é que apesar de me sentir profundamente feliz agora, e sabendo do tanto de privilégio que eu carrego, eu também estou com medo. Com medo da invasão, do ódio, das piadas e da violência", concluiu.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!