CineBuzz
Cinema / ADAPTAÇÃO

Paramount Pictures vai adaptar "Filhos de Sangue e Osso" para os cinemas

Obra de fantasia baseada na cultura iorubá é escrita por Tomi Adeyemi

CAMILA GOMES | @CAMILAGMS Publicado em 13/01/2022, às 10h18

Tomi Adeyemi é a escritora de "Filhos de Sangue e Osso" - (Reprodução/Instagram)
Tomi Adeyemi é a escritora de "Filhos de Sangue e Osso" - (Reprodução/Instagram)

A trilogia de fantasia “Filhos de Sangue e Osso”, escrita por Tomi Adeyemi, será adaptada para os cinemas pela Paramount Pictures. Segundo o Deadline, a empresa adquiriu os direitos de exibição da história, portanto, a LucasFilm não possui ligação com o projeto.

Ainda de acordo com o site, a escritora estará envolvida na adaptação cinematográfica como produtora executiva e roteirista. Wyck Godfrey, Marty Bowen, Karen Rosenfelt serão os produtores do longa.

“‘Filhos de Sangue e Osso’, de Tomi Adeyemi, não apenas se tornou um fenômeno no mundo jovem adulto, mas transformou todas as expectativas do que a fantasia de construção de mundo pode ser”, disse Daria Cercek, co-presidente da Paramount Pictures Motion Group. “É com enorme orgulho que nosso estúdio – junto com Tomi e nossos parceiros Wyck, Marty e Karen – decidiu dar vida a essa franquia na tela grande. Com seus temas instigantes e oportunos, sabemos que essa história ressoará com um público global”, completou ela.

“A paixão e o entusiasmo da Paramount em dar vida a essa história foram incríveis”, afirmou Adeyemi. “Estamos todos muito empolgados com este novo capítulo e já estamos trabalhando duro.”

Publicado em 2018, “Filhos de Sangue e Osso" é o primeiro livro da trilogia de fantasia baseada na cultura iorubá e conta a história de Zélie Adebola, que perdeu sua magia após um plano cruel do rei de Orïsha, que atacou todos os majis e deixou a jovem sem a mãe e as pessoas sem esperança. Agora Zélie tem a chance real de trazer a magia de volta e atacar a monarquia. Com a ajuda de uma princesa fugitiva, ela deve se livrar do príncipe.

O segundo livro da saga se chama “Filhos de Virtude e Vingança” (2020) e a trilogia deve ser encerrada em 2023, que ainda não recebeu o título oficial.