CineBuzz
Cinema / Retrospectiva

Com "Spencer", Kristen Stewart já é o destaque de 2022

Atriz vive Princesa Diana em novo filme de Pablo Larraín

Camila Gomes | @camilagms Publicado em 24/12/2021, às 10h00 - Atualizado às 12h15

Kristen Stewart como a Princesa Diana em "Spencer" - Divulgação/Diamond Films
Kristen Stewart como a Princesa Diana em "Spencer" - Divulgação/Diamond Films

Kristen Stewart se tornou uma das principais atrizes de Hollywood após estrelar a “Saga Crepúsculo”, ao longo de cinco filmes. Apesar do sucesso inegável da franquia, muitas pessoas reduziram a talentosa artista de filmes independentes a uma atriz “sem expressão”.

Quase uma década se passou desde que ela viveu Bella Swan pela última vez, em “Amanhecer - Parte 2”, e Kristen dedicou os últimos anos de sua carreira aos filmes menores, além de trabalhar com alguns dos cineastas mais renomados, como em “Personal Shopper”, de Olivier Assayas; “Para Sempre, Alice”, dirigido por Richard Glatzer e Wash Westmoreland; "Café Society", de Woody Allen; e "Acima das Nuvens", que transformou Kristen na primeira atriz norte-americana a vencer o prêmio César, considerado o Oscar francês, em 2015.

Em 2021, Kristen Stewart entregou a performance de sua carreira no ainda inédito "Spencer", filme que retrata o fim de semana em que a princesa Diana decide se separar do príncipe Charles e deixar a monarquia. O longa é uma fábula dirigida por Pablo Larraín, de "Jackie", que imagina o que aconteceu durante o feriado natalino de 1992, quando Lady Di já estava ciente dos rumores de que o marido estava vivendo um romance com outra mulher.

A atuação de Kristen foi aclamada desde que as primeiras críticas especializadas foram divulgadas, após o longa fazer sua estreia no Festival de Cinema de Veneza, em setembro. Ela retrata os dias solitários de Diana no castelo, seu amor sem fim pelos filhos, Harry e William, aborda - com muito cuidado - o distúrbio alimentar e o problema de automutilação da ativista.

Lady Di foi uma das figuras públicas mais famosas do mundo, sendo perseguida por paparazzis por onde ia e até mesmo quando estava em casa. E essa é uma experiência que Kristen, infelizmente, conhece muito bem. “Ela era a mulher mais famosa do mundo”, disse em coletiva de imprensa no evento. “Eu experimentei um alto nível disso, mas nem de longe aquela representação monumental e simbólica de um grupo inteiro de pessoas.”

Toda a equipe de “Spencer” pôde presenciar, pelo menos uma vez, o quão intensa é essa situação, que ainda ocorre com frequência na vida de Kristen. Durante as filmagens, fotógrafos tentaram capturar registros da atriz caracterizada como Diana e a movimentação assustou até mesmo Larraín. “Quando estávamos filmando, haviam paparazzis no set e alguns deles foram muito agressivos e violentos. Eu fiquei com muito medo, nunca estive nessa situação antes”, disse o diretor em entrevista ao ET Canada.

“De qualquer forma, eles não queriam minha foto, mas lembro que você [Stewart] estava dirigindo e que fui até o seu carro e perguntei: ‘Você está bem? Temos essas pessoas aqui e esse cara atravessando a rua’. E ela estava totalmente relaxada porque essas pessoas devem estar geralmente perto da sua casa tirando fotos suas”, relatou Pablo.

A conexão de Kristen com Diana, que morreu em um acidente de carro em 1997, também transparece nas telonas. As semelhanças físicas entre as duas surpreendeu o público desde que a primeira imagem da caracterização da atriz foi divulgada oficialmente e, com a revelação dos primeiros trailers, o sotaque e trejeitos só as aproximaram mais.

Até o momento, Stewart já venceu quinze prêmios da crítica especializada e três homenagens por sua performance no longa, incluindo o Gotham Awards, entrando para a lista de favoritas ao Oscar 2022. Se Kristen garantirá sua primeira indicação na categoria de Melhor Atriz nós só saberemos no dia 8 de fevereiro de 2022. Até lá, o público brasileiro já poderá conferir “Spencer” nos cinemas, já que a estreia, que estava marcada para 11 de novembro, foi adiada para 3 de fevereiro.