CineBuzz
Cinema / EITA!

"Thor 4": Taika Waititi descreve história como "filme de crise de meia-idade"

"Thor: Amor e Trovão" chega aos cinemas em 7 de julho de 2022

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 10/05/2022, às 13h09

"Thor 4": Taika Waititi descreve história como "filme de crise de meia-idade" - Divulgação/Marvel Studios
"Thor 4": Taika Waititi descreve história como "filme de crise de meia-idade" - Divulgação/Marvel Studios

O diretor Taika Waititi afirmou em entrevista à ‎‎Entertainment Weekly‎‎ que quis fazer algo diferenciado em "Thor: Amor e Trovão", quarto longa-metragem do personagem de Chris Hemsworth, o Deus do Trovão.

‎"O que eu não queria fazer era 'Ragnarok' de novo, porque isso já foi feito", disse Waititi‎‎. “Eu precisava fazer algo mais interessante para mim mesmo, para manter a coisa toda interessante e ter certeza de que estou me sentindo criativamente estimulado. Eu pensei, Qual é a coisa menos esperada nessa franquia?‎”.

‎"É como um filme de crise de meia-idade, na verdade", definiu. “Essa é a pergunta que fazemos a todos: estamos fazendo a coisa certa, e estamos fazendo tudo o que podemos no mundo? Acho que agora, enquanto o mundo ainda está se curando dessa pandemia, é uma boa pergunta a se fazer. É como, bem, estamos fazendo o suficiente para cuidar um do outro e cuidar de nós mesmos?‎”.

Recentemente, o diretor de "Thor: Amor e Trovão", Taika Waititi, revelou durante entrevista à revista Empire que o retorno de Jane Foster (Natalie Portman) ao novo filme pode não significar o que os fãs tanto esperam: a continuação do romance entre, a agora, Poderosa Thor e o Deus do Trovão de Chris Hemsworth.

"Acho que a maioria das pessoas presumem que a história de amor é entre Chris [Hemsworth] e Natalia [Portman]. Não posso prometer que o que as pessoas esperam que vá acontecer acontecerá", explicou Waititi.

Mas, embora não haja uma história de amor entre a dupla, amor é algo que não faltará no longa. "Queria abraçar essa coisa da qual sempre desdenhei e explorar a ideia de amor, mostrar personagens que acreditam no amor. No papel, parece um pouco constrangedor, mas existe um jeito de fazer isso com personagens descolados e em um filme descolado, e também incluindo o que nenhum fã nunca quis em um filme de herói, que é pessoas falando de amor e se beijando", contou ao veículo.

SOBRE "THOR: AMOR E TROVÃO"

Em "Thor: Amor e Trovão",  o público "encontra Thor (Chris Hemsworth) em uma jornada diferente de tudo que ele já enfrentou – uma busca pela paz interior, mas sua aposentadoria é interrompida por um assassino galáctico conhecido como Gorr, o Carniceiro dos Deuses (Christian Bale), que busca a extinção dos deuses. Para combater a ameaça, Thor pede a ajuda da Rainha Valquíria (Tessa Thompson), Korg (Taika Waititi) e da ex-namorada Jane Foster, que – para sua surpresa – inexplicavelmente empunha seu martelo mágico, Mjolnir, revelando-se a Poderosa Thor. Juntos, eles embarcam em uma angustiante aventura cósmica para descobrir o mistério da vingança do Carniceiro dos Deuses e detê-lo antes que seja tarde demais", descreve a sinopse divulgada pela Marvel.

Chris Pratt como Peter Quill/Senhor das EstrelasKaren Gillan como Nebulosa, além dos demais integrantes de "Guardiões da Galáxia", Christian Bale como Gorr e Jeff Goldblum como Grão-Mestre completam o elenco. Melissa McCarthy irá interpretar a “versão falsa” de Hela, papel de Cate Blanchett, na trupe teatral de Asgard, ao lado de Matt DamonLuke Hemsworth e Sam Neill.

"Thor: Amor e Trovão" chega aos cinemas em 7 de julho de 2022.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!