CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / ENTREVISTA

Titãs revivem sucesso e memórias no documentário "Bios: Vidas Que Marcaram a Sua"

CineBuzz participou de uma conversa exclusiva com Tony Bellotto, Sérgio Britto e Branco Mello, membros originais dos Titãs

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 04/08/2022, às 16h17 - Atualizado em 05/08/2022, às 09h54

Titãs revivem sucesso e memórias no documentário "Bios: Vidas Que Marcaram a Sua" - Divulgação/Star+
Titãs revivem sucesso e memórias no documentário "Bios: Vidas Que Marcaram a Sua" - Divulgação/Star+

"Bios: Vidas que marcaram a sua" é o mais novo documentário da National Geographic, que reconstrói a história das personalidades mais marcantes da cultura popular latino-americana e revela fatos curiosos e detalhes desconhecidos até agora. E, é claro, que quando se trata do Brasil, dentre os grandes artistas de sucesso, está a banda Titãs, dona de muitos hits que fizeram história, incluindo o inesquecível "Sonífera Ilha".

Neste episódio especial sobre a banda, a jornalista e apresentadora de televisão, Sarah Oliveira, é a escolhida para guiar o espectador pela vida e obra dos Titãs, com imagens de arquivo inéditas, acesso exclusivo a um ensaio da banda, além conversas individuais com Tony Bellotto, Sérgio Britto e Branco Mello, seus atuais integrantes. O capítulo cobre a longa trajetória musical da banda, enquanto os acompanha nos preparativos para um show no SESC Pompéia, quarenta anos após sua primeira apresentação, no mesmo local.

Juntam-se aos depoimentos dos músicos, os de Arnaldo Antunes, Nando Reis, Paulo Miklos, Charles Gavin e André Jung, membros que estiveram na formação original dos Titãs, mas saíram do grupo, cada qual com seus motivos. O documentário da NG reúne, pela primeira vez, declarações de todos os ex-integrantes, revelando os episódios mais importantes de suas carreiras e os motivos que os levaram a deixar a banda.

Acompanham as declarações memórias importantes sobre estrada do grupão que se formou no Colégio Equipe, em São Paulo, no final da década de 1970. Ainda adolescentes, eles queriam apenas fazer música e, é claro, ganhar dinheiro com isso. Sempre muito democráticos, eles eram adorados pelo público, já que tinham músicas fáceis de cantar e que ao mesmo tempo carregavam uma mensagem.

Em uma conversa com jornalistas com a presença de CineBuzz, o trio contou toda a experiência ao participar do "Bios". "Foi muito emocionante e revelador, porque a biografia trouxe essa qualidade de mostrar as diversas visões, os ex integrantes. Foi interessante para a gente também, que ao mesmo tempo pudemos rever as nossas perspectivas de determinado assuntos", começou Tony. O músic continuou falando da realização em retornar para lugares que eles não iam há anos, como o pátio do colégio Equipe e o lugar onde realizaram seu primeiro show. "Eu achei muito prazero dar esse mergulho", completou Mello.

Também se destacaram pelas letras autênticas e um estilo singular para a época, trazendo vagas referências dos anos 1950. No início, o visual da banda incluída maquiagens e ternos coloridos e gravatas de bolinhas. E chega a ser impressionante ver apenas três membros comporem uma banda que começou com nove integrantes. Eram eles: Arnaldo Antunes, Branco Mello, Marcelo Fromer, Nando Reis, Paulo Miklos, Sérgio Britto, Tony Bellotto, Ciro Pessoa e André Jung.

Durante seus mais de trinta anos de carreira, Mello, Britto e Bellotto falaram sobre todos os experimentos musicais que os Titãs realizaram, como new wave, punk rock, grunge, MPB e música eletrônica, mesmo querendo focar no rock nacional. Apesar desta montanha russa, foi o que os fez criar uma identidade tão única e que cativasse quem os escutasse.

Britto acabou desabafando o quanto foi difícil retratar uma história de anos em uma produção de pouco tempo. "Aquela impressão que dá é que muita coisa ficou de fora. Mas eu acho que a gente ficou com o essencial, o que tem de mais importante na nossa carreira está ai neste documentário. Acho que o apanhado geral ficou bem desenhado. É quase uma história de ficção, acho que ficou muito bem construída". Mello seguiu falando do destaque que tiveram na história do rock e das bandas nacionais, o que adiciona um fato curioso e diferente no documentário. "É uma banda única dos Titãs", ressaltou.

O bate papo ainda rendeu momentos emocionantes para os integrantes da banda, que relembraram o sucesso de "Sonífera Ilha", que os fazia tocar ao menos quatro vezes em um único show, até o momento contubado da prisão de dois integrantes por uso de drogas e a morte trágica do Marcelo, um dos membros de muita importância para os Titãs, que deixou um buraco no coração de todos os outros oito que iniciaram o grupo, especialmente o de Mello

"Foi uma tragédia na nossa história, porque o Marcelo é nosso irmão. Fomos muito amigos desde o início. Foi muito chocante e foi muito difícil superar, a gente conseguir seguir. Eu acho que a perda mais terrível da nossa história foi a perda dele", desabafou Branco. Tony contrapôs com os pontos positivos do documentário e garantiu que "a essência dos Titãs é a mesma". "O fato mais importante é que a gente se divertiu, a gente procurou ter prazer com nosso trabalho e nossa carreira, e o documentário deixa isso bem claro", finalizou Britto.

Depois de tantas mudanças que tiveram ao longo de sua carreira, a ressaltar a direção tomada em cada um de seus álbuns, os Titãs revelaram que sua próxima reinvenção é um novo álbum, cujo uma das faixas já foi divulgada. Veja o clipe da intitulada "Caos", que ainda carrega a essência da banda de rock nacional e aborda temas importantes da nossa realidade:

O episódio especial dos Titãs em "Bios: Vidas Que Marcam a Sua" já está disponível no Star+.


Para qual lançamento da Marvel você está mais ansioso?

  • "Eu Sou Groot": 10 de agosto de 2022 no Disney+
  • "Mulher-Hulk: Defensora de Heróis": 17 de agosto de 2022 no Disney+
  • "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre": 10 de novembro de 2022 nos cinemas
  • "Guardiões da Galáxia: Especial de Natal" (Dezembro no Disney+)
  • "What If...?" - 2ª Temporada: Início de 2023 no Disney+
  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania": 16 de fevereiro de 2023 nos cinemas
  • "Invasão Secreta": Entre março e junho de 2023 no Disney+
  • Guardiões da Galáxia: Volume 3": 4 de maio de 2023 nos cinemas
  • "Echo": Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "As Marvels" (16 de fevereiro de 2023 nos cinemas)
  • "Loki" - 2ª Temporada: Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "Blade": 2 de novembro de 2023 nos cinemas
  • "Ironheart": Entre setembro e novembro de 2023 no Disney+
  • "Agatha: Coven of Chaos": Fim de 2023/Início de 2024 no Disney+
  • "Daredevil: Born Again": Entre março e junho de 2024 no Disney+
  • "Capitão América: Nova Ordem Mundial": 2 de maio de 2024 nos cinemas
  • "Thunderbolts": 25 de julho de 2024 nos cinemas
  • "Quarteto Fantástico": 7 de novembro de 2024 nos cinemas
  • "Vingadores: A Dinastia Kang": 1º de maio de 2025 nos cinemas
  • "Vingadores: Guerras Secretas": 6 de novembro de 2025 nos cinemas

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!