CineBuzz
Cinema / SOLUÇÃO

Tom Holland pressionou Disney e Sony para acordo sobre o futuro do Homem-Aranha no MCU

Segundo relatório, o ator de 23 anos fez ''vários apelos'' para que os estúdios chegassem a um consenso

Redação Digital Publicado em 02/10/2019, às 16h20

Tom Holland como Homem-Aranha - Reprodução/Marvel
Tom Holland como Homem-Aranha - Reprodução/Marvel

Tom Holland foi um dos grandes responsáveis para que a Sony e a Marvel chegassem a um acordo para o terceiro filme do Homem-Aranha e o futuro do personagem no MCU. Pelo menos é isso que o The Hollywood Reporter afirma, ao ter acesso a relatórios e fontes próximas ao ator que revelaram que ele pressionou as duas companhias a cederem por um acordo plausível. 

Segundo a publicação, Holland fez vários apelos ao presidente da Disney, Bob Iger, e ao presidente da Sony, Tom Rothman, para que ambos chegassem a um consenso. Assim, como anunciado no dia 27 de setembro, a Marvel produzirá um terceiro filme de Homem Aranha para a Sony e o personagem aparecerá em pelo menos outro filme da Disney. 

++Tom Holland e Zendaya celebram retorno do Homem-Aranha para o MCU

O ator teria começado a se mexer após a D23, maior evento das novidades da Disney que ocorreu no final de agosto. De acordo com o THR, Tom Holland foi até Rothaman e depois seguiu para uma conversa com Iger. 

Ainda de acordo com as informações, o entrave do acordo era relacioando a dinheiro: a Disney queria dividir o terceiro filme do Homem-Aranha em 50% nos lucros, mas acabou fechando um negócio de 25%.

++Tom Holland pode protagonizar live-action de 'Atlantis: O Reino Perdido'

Homem-Aranha: Longe de Casa estreou em julho no Brasil e arrecadou mundialmente cerca de 1,129 bilhões de dólares. O terceiro filme do super-herói interpretado por Tom Holland tem previsão de chegada às telonas em julho de 2021.