CineBuzz
Cinema / NOVIDADES

"Um Amor Para Recordar": Olivia Rodrigo seria a escolha de Mandy Moore para um remake

Longa inspirado no conto de Nicholas Sparks completou 20 anos nesta semana

Thamyris Couto| @thamy_couto Publicado em 27/01/2022, às 10h52 - Atualizado às 11h10

"Um Amor Para Recordar": Olivia Rodrigo seria a escolha de Mandy Moore para um remake - Reprodução/Gaylord Films e YouTube
"Um Amor Para Recordar": Olivia Rodrigo seria a escolha de Mandy Moore para um remake - Reprodução/Gaylord Films e YouTube

"Um Amor Para Recordar" foi aquele romance marcante dos anos 2000 que, com certeza, emocionou a todos que o assistiram. Nesta semana, o longa inspirado no livro de Nicholas Sparks ("Querido John") completou 20 anos desde seu lançamento, e com isso, durante uma entrevista concedida à revista People, a estrela Mandy Moore ("This Is Us") compartilhou quem gostaria de ver em um possível remake: a atriz e cantora Olivia Rodrigo.

"Eu adoraria isso [um reboot]. Não sei, Olivia Rodrigo ou algo assim. Alguém poderia refazer este filme. Eu adoraria vê-lo", revelou Moore. "Já faz tempo que, sim, sinto que ganhamos nosso lugar na história cinematográfica para um reboot neste momento", contou a atriz emocionada com a celebração.

A história segue o veterano e sem rumo do ensino médio Landon Carter (Shane West), que inesperadamente se apaixona pela garota de quem ele zombou a vida toda ao lado de seus amigos descolados do colégio, Jamie Sullivan (Moore), mais conhecida como a menina do coral ou a filha do pastor.

Ainda na entrevista, Mandy revelou que o romance entre os personagens refletiu nela e em West ainda no período das filmagens, e como isso pode ter ajudado eles na hora de viver Landon e Jamie.

“De alguma forma, nós meio que tivemos essa química realmente natural e sem esforço um com o outro”, disse ela. "E eu acho que isso aparece no filme e é difícil de conseguir. Você não pode realmente fingir isso", concluiu.

West, por sua vez, disse que apesar da química entre a dupla, sempre preferiram manter o profissionalismo porque “inerentemente se importavam um com o outro”.

“Acho que quando você [tem uma atração] e está fazendo uma história tão doce, isso torna tudo muito fácil”, disse ele, observando que era “muito uma família” no set. "Todo mundo se dava bem e se equilibrava na realidade. Eu era um pouco mais velho. Mandy não tinha 21 anos, então foi mais uma coisa amorosa, onde estávamos todos para protegê-la", explicou o ator.