CineBuzz
Coronavírus / EITA!

Rússia registra primeira vacina contra o coronavírus, mas gera polêmica

Anúncio foi feito pelo presidente Vladimir Putin na manhã desta terça (11)

Redação Publicado em 11/08/2020, às 11h26 - Atualizado às 11h36

Rússia anuncia registro de 1ª vacina contra a COVID-19, mas gera polêmica por falta de dados - Luann Hunt/Pixabay
Rússia anuncia registro de 1ª vacina contra a COVID-19, mas gera polêmica por falta de dados - Luann Hunt/Pixabay

O presidente Vladimir Putin anunciou, na manhã desta terça-feira (11), que a Rússia se tornou o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, doença decorrente do coronavírus.

+ Leia mais: Perda do olfato pelo coronavírus pode ser definitiva, indica estudo

O imunizador, no entanto, tem gerado polêmica, já que foi registrado apenas dois meses após testes em humanos, mas o presidente garante que ela está pronta para ser usada e uma das filhas dele já teria sido vacinada.



Segundo Putin, a vacina teria passado por testes necessários para provarem que ela é eficiente em oferecer imunidade duradoura contra o vírus. Porém, cientistas nacionais e internacionais desconfiam dessa eficácia, já que a vacina ainda não passou pelos testes da fase 3, que exige um determinado percentual de participantes com o vírus para observar os efeitos da vacina e é considerado essencial para que ela recebe a aprovação.

+ Leia mais: Restaurante cria bolhas de isolamento para manter clientes afastados durante a pandemia de coronavírus

Dispensando os alertas, o presidente enfatizou a segurança da vacina e avisou que profissionais da saúde, professores e pessoas em grupos de risco serão os primeiros vacinados. A produção do medicamento deve começar já no próximo mês e as aplicações da vacina devem começar em outubro.

+ Leia mais: Youtuber compara uso de máscaras na pandemia de coronavírus à Alemanha nazista

Seguindo a divulgação do registro da vacina, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou estar discutindo com as autoridades russas um processo de pré-aprovação da vacina:

"Estamos em contato próximo com as autoridades de saúde russas e as discussões estão em andamento no que diz respeito à pré-qualificação da vacina", declarou Tarek Jasarevic, porta-voz da OMS, durante uma reunião em Genebra. "Porém, novamente, a pré-qualificação de qualquer vacina envolve análise e avaliação rigorosas de todos os dados de segurança e eficação requeridos".

+ Leia mais: Bar cobra "Taxa Covid-19" de frequentadores durante a pandemia de coronavírus

O chefe do fundo soberano da Rússia, Kirril Dmitriev, também declarou que a vacina aprovada pela Rússia deve ser comercializada internacionalmente, com o nome de Sputnik 5 em referência ao primeiro satélite lançado ao espaço, e a fabricação na América Latina deve começar em novembro, assim que obtida a aprovação regulatória. Ele ainda afirmou que a Rússia já tem pedidos de mais de 20 países por 1 bilhão de doses da vacina.

+ Leia mais: Cruzeiro estreia retomada de viagens com 36 infectados por coronavírus

Em São Paulo, o governador João Doria declarou que o ou que o Instituto Butantan não produzirá a vacina aprovada nesta terça: "Não sou capaz de avaliar se é boa ou não é, se tem o aval da Organização Mundial de Saúde. Não quero fazer pré-avaliação. Pelo Butantan, não", declarou em entrevista à Rádio Bandeirantes.

"Houve uma procura, mas foi respondido que já temos uma associação com o laboratório chinês Sinovac para a produção da CoronaVac. Não faria sentido algum ter uma segunda alternativa no mesmo Butantan, cujo o objetivo é o mesmo", ainda disse.

 


+ Itens para maratonar filmes em casa:

1. Pipoqueira Philco: https://amzn.to/3746SUt

2. Almofada porta-pipoca: https://amzn.to/2sxJ0JK

3. Smart TV LED Panasonic: https://amzn.to/38kZXGr

4. Fire TV Stick: https://amzn.to/30xAnLH

5. Home Theater Philco: https://amzn.to/38hufKl

6. Poltrona reclinável, K.R. Móveis: https://amzn.to/2Nz93Yi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.