CineBuzz
Curiosidades / SERÁ?

Afinal, o Plantão da Globo interrompeu "Dragon Ball Z" na manhã do 11 de setembro?

Memória coletiva pode não ser tão verdadeira como muita gente pensa

Henrique Nascimento | @hc_nascimento Publicado em 11/09/2021, às 08h30

Afinal, o Plantão da Globo interrompeu "Dragon Ball Z" na manhã do 11 de setembro? - Reprodução
Afinal, o Plantão da Globo interrompeu "Dragon Ball Z" na manhã do 11 de setembro? - Reprodução

Onde você estava quando dois aviões derrubaram as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001? Muita gente, como eu, estava em casa, assistindo ao aguardadíssimo episódio de "Dragon Ball Z" em que o Goku se transformava em Super Saiajyn 3... Ah, não, espera um pouco... Não foi bem assim que aconteceu!

Desde aquele inesquecível 11 de setembro de 2001, uma memória "fantasma" permeia a cabeça de muita gente, mesmo agora, vinte anos depois do acontecido: a ideia de que o temido Plantão da Globo - conhecido por aterrorizar muita gente na infância e que ainda faz com que a gente segure o fôlego toda vez que surja em meio à programação da emissora - teria interrompido um esperado episódio de "Dragon Ball Z". No entanto, isso não aconteceu.

Na época em que os atentados às Torres Gêmeas aconteceram, a Globo exibia, todas as manhãs, o programa "TV Globinho", com desenhos animados para a criançada. Dentre elas, de fato, estava "Dragon Ball Z", contando a história de GokuVegeta e companhia enfrentando o temível vilão Majin Boo. No entanto, quando os aviões atingiram os edifícios, a animação japonesa ainda não estava no ar.

O primeiro avião atingiu a Torre Sul às 8h46 da manhã, no horário local, que tem uma hora de diferença do fuso horário de São Paulo, por exemplo. Ou seja, por aqui já seria 9h46. Mesmo se estivéssemos em meio ao Horário de Verão - o que não era o caso -, por aqui seria 10h46 e "Dragon Ball Z" ainda não estaria no ar, já que era exibido, normalmente, às 11h30, como última atração da "TV Globinho".

Porém, ainda tem muita gente que insiste que "Dragon Ball Z" foi interrompido, sim, e não tem história, ponto final e acabou. É o caso do Adriano Seixas, por exemplo, que deve ter tirado uma nota ruim em sua prova bimestral só para assistir ao episódio:

"Interrompeu, sim. Lembro que era época de provão de bimestre e eu terminei a prova voando, cheguei em casa pra olhar desde o início, começou o desenho e em seguida veio o tãntãntãtarantantã. Deu uma raiva do tamanho do mundo!", escreveu no Twitter. 

Essa memória coletiva compartilhada por Adriano tem muito a ver com o Efeito Mandela, criado em homenagem ao líder africano por uma lembrança relacionada a ele. Até morrer em 2013, por problemas respiratórios, muitos acreditavam que Nelson Mandela já estava morto há muito tempo, desde a década de 1980, quando foi preso.

Por fim, outra certeza das pessoas é que, no dia, seria o exibido o episódio em que Goku se transformava em Super Saiajyn 3, uma versão bastante avançada e poderosa do herói. "Estava ansioso pra ver o Goku se transformar em SS3 e foi interrompido naquele instante", escreveu outro usuário do Twitter.

Mas não, não é verdade também. No dia, o episódio 237, "Vegeta Luta Por Seus Entes Queridos", seria exibido na TV Globinho. A transformação de Goku em Super Saiajyn 3 só acontece alguns episódios depois, no capítulo 245. Então, essa é mais uma memória falsa e coletiva.