CineBuzz
Famosos / EITA

Ator de "Bridgerton" conta que foi orientado a não revelar que é gay

Jonathan Bailey interpreta o irmão mais velho da protagonista na produção

Redação Publicado em 13/01/2021, às 09h44 - Atualizado às 11h09

Jonathan Bailey em "Bridgerton" - Divulgação/Netflix
Jonathan Bailey em "Bridgerton" - Divulgação/Netflix

O ator Jonathan Bailey, um dos protagonistas da série "Bridgerton", produção que está sendo um dos maiores sucessos da Netflix nos últimos dias, comentou abertamente sobre ser gay na indústria cinematográfica.

Eu acho que não deveria importar o personagem que as pessoas interpretam, mas é claro que há uma narrativa que é muito clara, que homens abertamente gays não estão interpretando os papéis principais”, contou ele ao Digital Spy.

Na série, o personagem de Bailey é um dos principais da trama, sendo o irmão mais velho da protagonista, vivida por Phoebe Dyvenor. “E também, há uma razão pela qual os personagens gays são tão interessantes. Porque assim como as mulheres em Bridgerton, há muitos obstáculos e há muito crescimento pessoal, e há uma verdadeira força para os gays. Então, o fato de muitos homens heterossexuais terem desempenhado papéis gays icônicos e serem elogiados por isso é fantástico, que essa história esteja sendo contada. Mas não seria brilhante ver homens gays jogarem sua própria experiência?”.

+Leia mais: Protagonista de "Bridgerton" elogia produtora de cenas de sexo na série: "Sou muito grata"

Bailey, que interpreta Anthony Bridgerton na produção, ainda revelou que foi orientado a permanecer no armário para conseguir trabalhos como ator. “As conversas mais conservadoras que tive sobre ser honesto sobre a minha sexualidade nos dias de hoje vieram de gays da indústria: ‘Oh, não, você não pode assumir. Você realmente não deveria fazer isso”, disse ele para a revista Attitude.

"Há uma sensação de vergonha, eu acho, que é palpável entre os gays dentro da indústria. Mas também há essa compreensão heteronormativa e heterossexual da sexualidade.”, opinou o ator de 32 anos.