CineBuzz
News / CASO GRAVE

Belo é preso por realizar show em escola do RJ durante a pandemia de coronavírus

Cantor afirmou que os protocolos de distanciamento foram todos respeitados

Redação Publicado em 17/02/2021, às 16h22 - Atualizado às 16h33

Belo foi preso por realizar show em escola do Rio de Janeiro em meio à pandemia de coronavírus - Reprodução/Instagram
Belo foi preso por realizar show em escola do Rio de Janeiro em meio à pandemia de coronavírus - Reprodução/Instagram

O cantor Marcelo Pires Vieira, popularmente conhecido como Belo, foi preso nesta quarta-feira (17) pela DCOD (Delegacia de Combate às Drogas), da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ele é investigado pela realização de um show no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, durante a pandemia de Covid-19.

A festa aconteceu no último sábado (13), na Escola Municipal do Parque União e não foi autorizada pela Secretaria Municipal de Saúde e nem pela Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, o que também levantou a suspeita de que o local tivesse sido invadido para a realização do evento.

+ Leia também: "BBB21": Sarah é quem mais conquistou seguidores na 3ª semana; Pocah perdeu adeptos nas redes sociais

“Fizemos o show seguindo todos os protocolos. Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas", declarou o artista à TV Globo no início das investigações.

A operação que prendeu o pagodeiro foi batizada de "É o que eu mereço", em referência a uma das músicas do cantor, que chegou ao DCOD por volta das 15h30. Quatro mandados de prisão preventiva foram expedidos: além de Belo, contra Célio Caetano e Henrique Marques, sócios da produtora do evento; e Jorge Luiz Moura Barbosa, conhecido como Alvarenga, chefe do tráfico no Parque União.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Exitoína Brasil (@exitoinabrasil)