CineBuzz
News / CASO POLÊMICO

Filha de João Alberto fala sobre como descobriu a morte do pai: "Isso não se faz"

Thaís participou do programa da Fátima Bernardes para falar sobre o pai

Redação Publicado em 23/11/2020, às 15h08

Filha de João Alberto participa do programa "Encontro" - Reprodução/Globo
Filha de João Alberto participa do programa "Encontro" - Reprodução/Globo

A morte de João Alberto Silveira Freitas, que aconteceu no último dia 19, às vésperas do dia da Consciência Negra, chocou o Brasil. Aos 40 anos, ele foi espancado até a morte por dois seguranças brancos no supermercado Carrefour, em Porto Alegre.

Nesta segunda-feira (23), a apresentadora Fátima Bernardes dedicou o programa "Encontro" à discussão de pautas antirracistas, e conversou com uma das filhas de João Alberto, Thaís.

Ela revelou que descobriu a morte do pai por uma ligação, quando o vídeo da agressão já circulava pelas redes sociais. "Eu soube quinta-feira de noite, que me ligeram, me avisando dos vídeos que estavam rolando na internet, que até então eu não tinha visto. Recebi [as imagens] logo que eu desliguei o telefone. Horrível", contou ela, relembrando a sensação.

+Leia mais: Consciência Negra: Conheça 8 artistas do mundo para incluir na sua playlist

"Senti uma raiva, porque aquilo não se faz com ninguém, mesmo que a pessoa esteja certa, errada, isso não se faz. Não precisava de toda aquela agressividade deles", disse.

Ao ser questionada sobre conversar com o pai sobre racismo, ela relatou que esse não era um tópico entre os dois."Nunca. Até porque quando ele morava aqui, antes de morar com a atual esposa, não tinha quem não gostasse dele", afirmou. Segundo Thais, o fato de seu pai ser negro teve clara influência no caso.