CineBuzz
News / MUNDO ANIMAL

Macaco 'bêbado e canibal' é preso depois de atacar 250 pessoas na Índia

Animal era alimentado com carne de macaco e bebidas alcoólicas durante toda sua vida

Redação Publicado em 19/06/2020, às 18h07

Imagem de um macaco - Pixabay
Imagem de um macaco - Pixabay

Um caso assustador aconteceu na Índia nos últimos dias. Aconteceu que um macaco, conhecido como Kalua, que comia carne de outros macacos, atacou 250 pessoas, causou uma morte e finalmente foi capturado. Ele será preso em cativo perpetuamente.

De acordo com a apuração da polícia, a culpa dos casos não é do animal. Ele tinha um cuidador péssimo, que lhe dava bebidas alcoólicas constantemente e o alimentava com carne de macaco. Os dois moravam na região de Uttar Pradesh.



+Leia mais: Sem turistas por conta do coronavírus, macacos famintos lutam para comer em ruas na Tailândia

No entanto, o dono de Kalua morreu há cerca de três anos, e ele saiu completamente de controle. O macaco atacava principalmente mulheres e crianças com suas garras.

Muitas das vítimas precisaram de cirurgia plástica e atendimento de emergência após os ataques. Segundo o site Gulf News, uma das pessoas atacadas faleceu recentemente.

Após essa longa trajetória de crimes, Kalua finalmente foi capturado e "preso" em um zoológico, com uma pena de prisão perpétua.

Ainda, foi descoberto que ele não come vegetais, o que pode ser um provável motivo para sua raiva e agitação constante. Ele também tem a propensão de atacar tratadoras mulheres e outros macacos. É possível que ele fique solitário durante muito tempo enquanto recebe tratamentos.

 


Se você é apaixonado por leitura e está procurando uma maneira mais prática de conferir suas histórias favoritas em qualquer lugar, dá uma olhada nos 3 modelos de Kindle do site:

1. Kindle 10ª geração:  https://amzn.to/2Tz1FzZ

2. Kindle Paperwhite 8GB:  https://amzn.to/38evDgN

3. Kindle Paperwhite 32GB: https://amzn.to/30qRpes

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.