CineBuzz
Pride / EM ENTREVISTA

Papa Francisco defende lei que permite união civil entre homossexuais

Declaração do religioso foi realizada no filme "Francesco"

Redação Publicado em 21/10/2020, às 13h05

Papa Francisco em visita ao Japão, em novembro de 2019 - Tomohiro Ohsumi / Getty Images
Papa Francisco em visita ao Japão, em novembro de 2019 - Tomohiro Ohsumi / Getty Images

O Papa Francisco afirmou que homossexuais precisam ser protegidos por leis de união civil. A declaração do religioso foi feita no filme "Francesco", que entra em cartaz nesta quarta-feira (21) na Itália.

A declaração do Papa tem sido entendida como a forma mais clara que ele já manifestou sobre os direitos da comunidade LGBT. "As pessoas homossexuais têm direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deverá ser descartado ou ser infeliz por isso. O que precisamos criar é uma lei de união civil. Dessa forma eles são legalmente contemplados. Eu defendi isso", declarou ele.



A declaração do religioso surgiu quando ele comentou sobre temas como ambiente, probreza, discriminação, migração e desigualdade de renda

+Leia mais: Marília Mendonça recebe modelo trans em live após ser acusada de transfobia

Anteriormente, o Papa já havia mostrado interesse em conversar com católicos que também são homosseuxais. Mas o seu discurso era sobre acolher essas pessoas, e não diretamente sobre a união civil.

Exibido no Festival de Roma, o documentário "Francesco" deve passar nos Estados Unidos pela primeira vez durante o Savannah Film Festival no próximo dia 25.

 


+ Separamos 5 itens de decoração inspirados em grandes nomes do Rock ‘n’ Roll que todo fã de música vai amar.

1. Quadro Led Zeppelin: https://amzn.to/2OkvdOQ

2. Almofada Beatles: https://amzn.to/35yrD9t

3. Caneca Banda Muse: https://amzn.to/2shdDTm

4. Relógio Decorativo AC/DC: https://amzn.to/2OHynva

5. Capacho Rolling Stones: https://amzn.to/35zDMuQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.