CineBuzz

Como Kang pode estar conectado ao novo episódio de “Loki”

O vilão já está confirmado em “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania” e será interpretado Jonathan Majors, de “Lovecraft Country”

Redação Publicado em 07/07/2021, às 15h00

Como Kang pode estar conectado ao novo episódio de "Loki" - Reprodução/Marvel Studios/Marvel Comics
Como Kang pode estar conectado ao novo episódio de "Loki" - Reprodução/Marvel Studios/Marvel Comics

O quinto episódio da série “Loki” foi lançado nesta quarta-feira (7), no Disney+, e está repleto de referências ao universo da Marvel nos quadrinhos. Após ser podado pela AVT, o Deus da Trapaça encontrou novas Variantes em um lugar sombrio e pode ter revelado quem está por trás dos Guardiões do Tempo.

Se você ainda não assistiu ao novo episódio de “Loki”, não continue a ler este texto, pois teremos spoilers a seguir:

Ao acordar em um mundo destruído, o vilão descobre que não está em Hel, o inferno da mitologia nórdica, e sim O Vazio, local onde as variantes podadas pela AVT são descartadas. Em seguida, a câmera exibe a devastação do local e é possível ver a torre dos Vingadores, que está com uma identificação diferente na lateral: “Qeng”.

Nas HQs, a Qeng Enterprises é empresa para a qual Tony Stark vendeu a torre dos Vingadores. O local é administrado pelo Sr. Gryphon, uma versão alternativa do vilão Kang, o Conquistador. Apesar dele não aparecer no capítulo, outros easter eggs indicam que ele pode ser o responsável pela AVT.

Para escapar de O Vazio, Loki conta com o auxílio das Variantes para destruir Alioth, uma nuvem roxa que se alimenta de toda a vida que encontra em seu caminho. A primeira aparição desta entidade nos quadrinhos aconteceu em 1993, e foi a primeira que conseguiu viver fora dos limites temporais, sendo mais poderosa que Kang, mas na série é ela que protege um local secreto que até mesmo a AVT desconhece.

Além disso, o vilão está confirmado na trama de “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania” e será interpretado por Jonathan Majors (“Lovecraft Country”). O personagem surgiu no século 30 em outra linha temporal, a Terra-6311.

Durante séculos, essa realidade viveu em guerra até a paz ser estabelecida por uma versão alternativa de sua variante mais antiga, Nathaniel Richards, da Terra-616, conhecido por ser viajante do tempo e também pai de um herói muito famoso: Reed Richards do Quarteto Fantástico.

Inspirado por essa nova versão, Nathaniel da Terra-6311 utiliza essa forma de viagem no tempo para assumir o controle das linhas temporais e assume a identidade de Kang, o Conquistador.