CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

"Obi-Wan Kenobi": Fracasso financeiro de "Han Solo" impediu que série fosse uma trilogia

Declaração foi feita pelo roteirista da série, Stuart Beattie, que escreveu trama para o primeiro filme

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 29/06/2022, às 12h56

"Obi-Wan Kenobi": Fracasso financeiro de "Han Solo" impediu que série fosse uma trilogia - Divulgação/Lucasfilm
"Obi-Wan Kenobi": Fracasso financeiro de "Han Solo" impediu que série fosse uma trilogia - Divulgação/Lucasfilm

"Obi-Wan Kenobi", série do Disney+ sobre o personagem interpretado por Ewan McGregor, teria sido uma trilogia de filmes, não fosse o fracasso financeiro de "Han Solo: Uma História Star Wars".

A revelação foi feita por Stuart Beattie, creditado como roteirista em diversos episódios mesmo não tendo trabalhado no projeto. É que ele foi o responsável por diversos rascunhos do primeiro filme dedicado ao mestre jedi, cancelado após o longa de Ron Howard sobre o personagem de Harrison Ford.

Em entrevista concedida ao The Direct, Beattie afirmou: "Eu escrevi o filme no qual a série se baseou. Eu passei um ano, um ano e meio trabalhando nele. Então, quando a decisão foi tomada de não mais fazer filmes derivados, após Han Solo, eu deixei o projeto para fazer outras coisas. Joby [Harold] chegou, pegou meus roteiros e os transformou de duas horas em seis. Então, eu não trabalhei com eles, eu só tive créditos nos episódios porque tudo era meu".

Segundo Beattie, sua sugestão original de trama para a Lucasfilm foi: "Três histórias, porque há três diferentes evoluções do personagem que ele precisa atravessar para ir de Obi-Wan para Ben [em 'Uma Nova Esperança', de 1977]. A primeira estava no primeiro filme, que é a série, que era 'render-se à vontade da Força. Transportar sua vontade, render sua vontade. Deixar a criança em paz'".

"O segundo era sobre pensar onde Kenobi vai parar", continuou Beattie. "E uma das coisas mais poderosas e um dos momentos mais poderosos na história do personagem é quando ele se sacrifica em 'Uma Nova Esperança'. Grande momento, sabe? Te faz chorar. Mas, se você parar para pensar, é muito repentino. Simplesmente ir de alguém que luta para ver Luke e dizer: 'Vou morrer'. Sabe, para mim, isso requer planejamento. Essa pré-aceitação de que aquilo deve acontecer".

O segundo filme veria o personagem-título aceitando sua própria mortalidade, dando mais clareza ao seu sacrifício em "Uma Nova Esperança". O filme o levaria "ao ponto onde Obi-Wan aceitou a ideia de que ele vai morrer, e de que ele vai morrer conscientemente, em um momento crucial". Um segundo filme do mestre jedi, entretanto, nunca foi desenvolvido, porque o estúdio cancelou o projeto.

"Foi 'Han Solo' que mudou a direção do sistema", disse Beattie. "Eu gosto de 'Han Solo', pessoalmente, mas ele não fez muito dinheiro. Certamente, nos esmagou. Devastador, absolutamente devastador. Mas, esse é o sistema, sabe, os altos e baixos. Eu estou feliz que ele foi feito. Estou feliz que a série foi deita. Tenho orgulho da minha história que foi contada. Feliz que meus personagens estão todos ali. E estou feliz que fui creditado por ela. Eu só desejava que tivessem feito mais filmes".

Ainda segundo Beattie, Ewan McGregor já havia topado estrelar a trilogia de filmes. Se convidado a colaborar com uma eventual segunda temporada de "Obi-Wan Kenobi", o roteirista ainda afirmou que voltará a defender sua ideia de focar na mortalidade de Kenobi.

Os 6 episódios de "Obi-Wan Kenobi" já estão disponíveis no Disney+.


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!