CineBuzz

HBO Max redubla falas racistas de personagem em "Pacificador"

Diálogo havia sido "suavizado" na versão brasileira

CAMILA GOMES | @CAMILAGMS Publicado em 27/01/2022, às 15h39

John Cena é o protagonista da nova série da DC para a HBO Max - Divulgação/HBO Max
John Cena é o protagonista da nova série da DC para a HBO Max - Divulgação/HBO Max

A série “Pacificador”, da HBO Max, apresenta a origem do criminoso vivido por John Cena e sua relação com o pai, um homem assumidamente supremacista. Desde sua primeira aparição, o personagem já havia feito diversas declarações racistas, mas que na dublagem brasileira foram “suavizadas”.

Com o lançamento do novo episódio nesta quinta-feira (27), a plataforma de streaming atualizou o conteúdo com uma redublagem das falas preconceituosas de August “Auggie” Smith (Robert Patrick), como foi notado pelo Omelete.

O pai do Pacificador é um supremacista que odeia negros, gays e judeus, entre outras minorias. Enquanto esteve na prisão, ele recebeu o apelido de Dragão Branco, identidade utilizada por vilões racistas nos quadrinhos da DC. Em uma das cenas, Auggie retorna para a cadeia e é ovacionado por detentos extremistas, que fazem uma saudação semelhante à do nazismo, com o braço estendido e o grito: ”Heil!”.

Na cena redublada, o personagem pedia um dos elmos construídos por Smith, e ele respondia no áudio original: “Se tem a possibilidade de você fazer bom uso disso para se livrar de uns comunistas, pretos, papistas, judeus ou coisa assim, é melhor do que deixar eles parados”. No entanto, a palavra “pretos” foi substituída por “trapaceiros” na dublagem brasileira, o que acabou gerando a polêmica.

Os episódios da série "Pacificador" estão disponíveis no catálogo da HBO Max.