CineBuzz

"Santo Maldito": Série brasileira do Star+ anuncia fim das gravações

Série protagonizada por Felipe Camargo tem estreia prevista para 2022

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 24/02/2022, às 19h00

"Santo Maldito": Série brasileira do Star+ anuncia fim das gravações - Reprodução/Instagram
"Santo Maldito": Série brasileira do Star+ anuncia fim das gravações - Reprodução/Instagram

O Star+ anunciou o fim das gravações de “Santo Maldito”, série de drama que acompanha a história de um frustrado professor ateu (Felipe Camargo) que se transforma em um idolatrado pastor, quando a comunidade de uma humilde igreja da periferia acredita que ele realizou um milagre.

Em sua jornada como um pastor que não crê em Deus, ele tem suas convicções abaladas e descobre verdades entre o céu e o abismo. “Santo Maldito” tem previsão de estreia ainda em 2022.

Além de Felipe Camargo, a série tem no elenco: Augusto Madeira, Bárbara Luz, Ana Flávia Cavalcanti, Marina Provenzzano, Vinícius Meloni, Helena Albergaria, Mariana Sena, entre outros.

A direção geral é de Gustavo Bonafé (“Insânia”), que dirige os episódios com Mariana Bastos (“Alguma Coisa Assim”) e Lucas Fazzio (“Dois Tons”).

O roteiro de “Santo Maldito” é de Rubens Marinelli (“Entre Lágrimas e Risos”), Ricardo Tiezzi (“Malhação”, “Temporada de Verão”) e Bea Góes (“Quarentenados”), com a colaboração de Carla Meireles (“Manhãs de Setembro”), Fábio Rodrigo (“Kairo”), Vinicius Vasconcellos e Matheus Hruschka.

Gravada na cidade de São Paulo e realizada pela Intro Pictures, a série tem 8 episódios com duração de 45 minutos.

Confira a sinopse oficial: Em tom de suspense dramático, a série narra a história de um ateu convicto que vira um santo maldito. Quando a esposa de Reinaldo (Felipe Camargo) entra em estado vegetativo, o professor de cursinho e intelectual toma a desesperada atitude de colocar um fim no sofrimento da amada, mas, milagrosamente, Maria Clara acorda. Reinaldo não sabia, mas foi filmado por um fiel de uma pequena igreja. Acreditando estar diante de um homem iluminado por Deus, o fracassado pastor cadeirante Samuel (Augusto Madeira) oferece todas as suas economias para que Reinaldo pregue em sua igreja. Endividado com as despesas hospitalares da esposa, Reinaldo aceita e se torna um líder religioso complexo. Incapaz de confessar seus erros e preocupado com a própria imagem de bom pai de Gabriela e marido de Maria Clara, ele embarca num caminho de autodescoberta, para entender quem realmente é.