CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Série sobre origem do Balão Mágico abordará polêmicas da puberdade e sequestro

Tatiana Issa, que codirigiu "Pacto Brutal - O Assassinato de Daniella Perez" com Guto Barra, vai comandar a série

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 17/08/2022, às 12h11 - Atualizado às 12h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Série sobre origem do Balão Mágico abordará polêmicas da puberdade e sequestro - Divulgação/Som Livre
Série sobre origem do Balão Mágico abordará polêmicas da puberdade e sequestro - Divulgação/Som Livre

A série "A Super Fantástica História do Balão", com estreia prevista para este ano, contará a história da origem da Turma do Balão Mágico, grupo musical infantil que fez sucesso na TV Globo nos anos 1980.

Produzida pelo Star+, serviço de streaming mais adulto da Disney+, a série é comandada pela diretora Tatiana Issa, que codirigiu "Pacto Brutal - O Assassinato de Daniella Perez" ao lado de Guto Barra, mostrando fatos e imagens inéditas, além de depoimentos de familiares e amigos do grupo.

A coluna Splash, do UOL, visitou as filmagens e conferiu o momento do reencontro dos ex-integrantes do grupo, Simony, Mike, Tob e Jairzinho. Os quatro se reuniram em um teatro da capital paulista e conversaram sobre as lembranças da época em que foram as crianças mais famosas do Brasil. 

A visita foi realizada em meados de julho, antes de Simony revelar seu diagnóstico de câncer. Ricardinho, que substituiu Tob e teve rápida participação na reta final da existência do grupo, não fez parte do encontro. 

Entre as histórias mais polêmicas a respeito da Turma do Balão Mágico estão a exclusão de um dos integrantes por ter crescido rápido demais, a entrada de um integrante após um apelo pela libertação do pai sequestrado e o impacto do sucesso não apenas nas vidas deles, mas nas dos músicos com os quais cantaram, como Djavan

A ORIGEM

Simony foi a primeira a surgir para o sucesso. Hoje com 46 anos, a cantora tinha apenas 3 anos quando iniciou a sua carreira artística cantando no programa do apresentador Raul Gil. Aos 5 anos, ela recebeu um convite de Tomas Muñoz para fazer parte de um grupo infantil. Era o início do Balão. 

Na mesma época, em 1982, o jovem Vímerson Cavanillas Benedicto, que depois ficaria conhecido como Tob, começou a fazer sucesso em comerciais de TV e programas de calouros. 

Ele foi levado pelo irmão para um teste assim que este ficou sabendo que havia a ideia para um grupo musical formado por crianças. Tob foi aprovado e imediatamente convidado para fazer uma dupla, ou espécie de "casal", com Simony, eternamente a única menina da formação. 

Quando o primeiro disco já estava quase pronto, Mike apareceu fazendo um apelo na televisão para que seu pai, o criminoso britânico Ronald Biggs, fosse libertado do cativeiro de um sequestro no Caribe. A comoção do pedido fez com que ele fosse convidado a integrar o Balão. 

ASCENSÃO

No segundo disco, participações de Djavan e Baby Consuelo fizeram com que as as crianças atingissem novos patamares de alcance nacional. Elas ganharam um programa na TV Globo, o "Balão Mágico", que ficou no ar entre março de 1983 e junho de 1986, e apresentou o personagem Fofão a gerações inteiras.

"Acho que estava na hora de alguma coisa assim ser feita, né?", ri Mike. "O Balão tem uma trajetória muito boa, e rola aquela coisa da memória afetiva com as pessoas. O bonito do Balão é que todo mundo tem alguma coisa gostosa para lembrar", diz o ex-integrante do grupo. 

Mike Biggs relembra uma conversa que teve com Djavan, que atribui parte do sucesso que tem hoje à parceria com o grupo, na clássica faixa "Super Fantástico".

Para Tob, que hoje trabalha com arte, voltar para o universo da empreitada infantil traz uma nova dimensão do real impacto causado pelo Balão Mágico.

"Eu sempre achei que um documentário seria uma forma de amarrar tudo o que já fizemos, e fiquei contente quando veio o convite. Acabamos voltando àquela época, e relembrando coisas das quais não tínhamos muita noção", reflete. 

"Nessa volta em que fizemos alguns shows, temos outra dimensão do que realmente foi o Balão para as outras pessoas. Quando crianças, não entendemos muito bem o que está acontecendo, onde estamos indo. Agora, já adulto, é muito mais significante. Fico muito feliz de participar.

PUBERDADE

Dos cinco álbuns gravados pelo Balão Mágico, Tob participou de três. Antes da gravação do quarto disco, a gravadora acabou retirando-o do grupo, pela mudança no tom de voz ocasionada pelo início da puberdade. 

"Eu estava entrando na adolescência, então a voz engrossou, eu estava começando a esticar. Eles estavam pequenos e eu lá, gigante", brinca. "E com isso eu comecei a sentir um pouco de vergonha, pois as mudanças no físico passaram a me incomodar. Por isso, quando saí, não achei tão negativo."

Na época, uma outra pessoa já fazia parte do grupo: Jair Oliveira, filho de Jair Rodrigues, ganhou destaque na mídia após uma apresentação que fez com o pai na Itália. Convidado a ocupar uma vaga que teria sido de uma menina, ele se tornou o Jairzinho.

"Foi um grupo musical e televisivo que marcou tanto uma geração que eu acho que faria todo sentido contar essa história, como está fazendo agora", reflete Jair. "A ideia é contar como o grupo foi formado, retomar os sucessos e as dificuldades, tudo o que um documentário pode esclarecer para as pessoas.

Hoje, Jair Oliveira mora nos Estados Unidos, mesmo distante e com uma outra vida, ele voltou para o Brasil especialmente para as filmagens do documentário. "O engraçado é que, para mim, não é sobre voltar para o mundo do Balão Mágico, não é bem essa a sensação", reflete.

"É um mundo que faz parte da minha história, então eu nunca me soltei realmente dele. Assim como todas as outras coisas que acontecem na minha carreira, eu guardo com muito carinho, e é uma alegria poder falar sobre ele e esclarecer para as pessoas, e para nós mesmos, alguns aspectos de como essa história tão bonita da infância de muita gente aconteceu.

Jairzinho conta que a função do documentário é de retomar a importância histórica de um material, e compara com a sensação que teve ao descobrir o tamanho da importância que seu próprio pai tem para as outras pessoas. 

"Quando eu vi um dos documentários [sobre Jair Rodrigues] prontos, o do Rubens Ewald, foi que eu entendi através dos depoimentos, das imagens. Eu me emocionei com o tamanho desse cara. E eu acho que com o documentário do Balão Mágico vai ser meio parecido", compara, citando o documentário "Jair Rodrigues - Deixa Que Digam" (2020).

ENCONTRO DE GERAÇÕES

Em determinado momento da série, os quatro veteranos se encontram com quatro crianças, selecionadas em um teste de elenco, que seriam uma nova formação da Turma do Balão Mágico.

Neste encontro, cada criança ocupa o espaço que era de um dos quatro adultos, e a proposta é trazer uma troca de experiências. No trecho das filmagens acompanhado pela coluna Splash, as quatro crianças apresentavam-se no palco para os olhares atentos de Simony, Mike, Tob e Jair.

Uma sessão de perguntas e respostas mostrou a diferença de gerações e a ingenuidade das indagações dos mais novos. Uma das crianças perguntas aos adultos se as roupas que eles usavam eram semelhantes àquelas que as próprias crianças vestiam.

"Só não tinha a mordomia de ser de um material tão leve", responde um dos quatro adultos. O clima anárquico que se instala mostra por que, afinal de contas, a leveza da Turma do Balão Mágico se transformou em algo contagiante, mesmo entendendo todo o aparato que havia por trás para fabricar músicas e histórias vendáveis. 

"Uma das crianças que estava aqui participando, que tem nove anos se eu não me engano, disse que começou a chorar quando falou com a gente. Olha isso! Ele é mais jovem que a minha filha mais nova e se emociona com o Balão Mágico", concluir Jair.


E lá se foi metade do ano... Até agora, qual foi o melhor filme de 2022?

  • "O Beco do Pesadelo"
  • "Spencer"
  • "Morte no Nilo"
  • "Uncharted"
  • "Licorice Pizza"
  • "The Batman"
  • "Sonic 2: O Filme"
  • "Medida Provisória"
  • "Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore"
  • "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura"
  • "O Homem do Norte"
  • "O Peso do Talento"
  • "Top Gun: Maverick"
  • "Jurassic World: Domínio"
  • "Lightyear"
  • "Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo"

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!