CineBuzz

Warner Bros. TV rebate denúncias de Ruby Rose sobre "Batwoman"

Atriz relatou abusos e ameaças no set da primeira temporada da série

Redação Publicado em 21/10/2021, às 11h27

Ruby Rose viveu a Batwoman na primeira temporada - (Divulgação/CW)
Ruby Rose viveu a Batwoman na primeira temporada - (Divulgação/CW)

Na última quarta-feira (20), a atriz Ruby Rose publicou um longo relato com graves denúncias de abusos e ameaças que sofreu enquanto gravava “Batwoman”, série do universo da DC Comics produzida pela CW. Após a repercussão, a Warner Bros. Television rebateu as acusações da artista.

Segundo o pronunciamento da emissora, Ruby não deixou a série por decisão própria, mas que foi demitida após haverem várias reclamações de seu mau comportamento no ambiente de trabalho. 

“Apesar da história revisionista que Ruby Rose está agora compartilhando online, apontando para os produtores, o elenco, a equipe, a rede e o estúdio, a verdade é que a Warner Bros. Television decidiu exercer sua opção de não ter Ruby Rose para a temporada dois de ‘Batwoman’ baseando-se em múltiplas reclamações de mau comportamento no ambiente de trabalho que foram extensivamente revisadas e tratadas em particular em respeito a todos os envolvidos”, diz o comunicado.

Em seu relato, a atriz revelou que sofreu ameaças do ex-presidente da Warner Bros TV Peter Roth, uma pessoa teve queimaduras no rosto, que uma dublê ficou quadriplégica e que dois dublês morreram durante as gravações da primeira temporada.

Além disso, a artista afirmou que nunca voltaria a interpretar Kate Kane na série. “Meus amados fãs, parem de me perguntar se voltarei um dia para aquela série horrível. Eu não volto nem por qualquer quantia em dinheiro ou se colocarem uma arma na minha cabeça. Eu não me demiti. Eles destruíram Kate Kane e arruinaram a Batwoman, não fui eu. Se eu quisesse ficar, eu teria que abrir mão dos meus direitos. Ameaças, táticas de bullying ou chantagem não vão me parar”, completou.