CineBuzz
TV e Séries / TV / RETORNO

Aaron Paul responde se interpretaria Jesse Pinkman novamente e comenta El Camino

O ator contou que sua relação com o criador da série é de total confiança e que o final do filme é tudo que imaginou

Redação Publicado em 14/10/2019, às 09h03

Aaron Paul no trailer de El Camino - Reprodução/YouTube
Aaron Paul no trailer de El Camino - Reprodução/YouTube

Aaron Paul retornou ao papel de Jesse Pinkman seis anos após o episódio final da série Breaking Bad, onde o futuro do personagem ficava aberto para a imaginação dos fãs. Em El Camino, novo filme da Netflix que continua a história, o público pode saber exatamente qual foi o destino do personagem após sua fuga.

Em entrevista para a Entertainment Weekly, Aaron comentou que considerou o final da série perfeito. "Eu acho a série perfeita. Eu sou suspeito para falar, claro, mas eu não acho que seria possível fazer nada diferente na série", comentou. 

++ Breaking Bad: O que você precisa saber antes de assistir ao filme El Camino

Mesmo assim, ele conta que confia plenamente em Vince Gilligan, criador e diretor da série e do filme, e por isso não hesitou para aceitar o papel. "Logo após o choque inicial, não houve outra reação aém de um 'sim' entusiasmado. Isso é o quanto eu confio no Vince."

Ele disse que o fechamento do personagem no filme é tudo que ele tinha imaginado. "Isso me deixou muito animado para trabalhar com Vince novamente, obviamente. Eu amo muito aquele homem e se eu pudesse trabalhar apenas com ele pelo resto da minha carreira, eu seria o cara mais sortudo de Hollywood", disse.

++ Spoiler! Confira os 13 personagens de Breaking Bad que estão em El Camino

Sobre a possbilidade de atuar como Jesse no spin-off da série, Better Call Saul, ele disse que aceitaria "em um piscar de olhos" se fosse chamado por Gilligan. "Eu saberia que [o convite] seria por bons motivos. Então veremos. Nós falamos sobre isso o tempo todo, de verdade, e queremos fazer isso pelos motivos certos", revelou. "Não queremos apenas lançar uma cena que não faça sentido."