CineBuzz
TV e Séries / TV / NOVIDADE

Protagonista de "Fate: A Saga Winx" acredita que a série mostra lados bons e ruins das amizades

Série inspirada no desenho animado "O Clube das Winx" estreia na sexta-feira (22) na Netflix

Redação Publicado em 21/01/2021, às 17h00

Abigail Cowen, protagonista de "Fate: A Saga Winx", falou sobre o que esperar da série, que estreia na sexta (22) na Netflix - Divulgação/Netflix
Abigail Cowen, protagonista de "Fate: A Saga Winx", falou sobre o que esperar da série, que estreia na sexta (22) na Netflix - Divulgação/Netflix

Com estreia marcada para sexta-feira (22), "Fate: A Saga Winx" chega com a responsabilidade de honrar o legado de "O Clube das Winx", animação italiana criada por Iginio Straffi. Para Abigail Cowen, intérprete de Bloom, protagonista da nova série da Netflix, deu detalhes sobre o que podemos esperar da série e sua personagem.



Em entrevista ao Entertainment Weekly, Cowen afirmou que Bloom não está lidando apenas com os seus poderes, mas também com os problemas da adolescência: "A beleza de Bloom é que ela é relacionável no sentido de que ela está tentando descobrir quem ela é e tentando lidar com a autoridade ao redor dela. Ela também é teimosa, cabeça-dura e está passando por um período muito emocional", declarou. "Bloom está lidando com os problemas [de adolescente] enquanto tenta controlar esses poderes malucos e as informações que ela descobre sobre sua vida".

+ Leia também: Uma guerra se aproxima no novo trailer de "Fate: A Saga Winx"

A atriz ainda falou sobre a chegada da personagem no internato Alfea, onde as fadas vão para treinar os seus poderes, e como acaba se tornando amigas das outras quatro garotas, que foram o grupo de Bloom:

"Bloom chega acostumada a ser excluída e ser sozinha. Ela é filha única, muito introvertida e passa o seu tempo sozinha. Ela vai para Alfea e é bombardeada com a vivência com outras quatro garotas", continuou. "Durante a primeira temporada, ela abraça a sua jornada e o poder da amizade feminina. Os altos e baixos disso. Nós não fugimos do mal: nós mostramos o bem, o mal e o que é feio em amizades. Bloom definitivamente descobre o que significa realmente começar a confiar nas pessoas e poder contar com as pessoas e ser traída por elas". 

+ Leia também: "Bridgerton" é renovada para uma segunda temporada pela Netflix

Cowen também revelou que a série não é só sobre magia e sombriedade: "[Fate: A Saga Winx] faz um ótimo trabalho de ter aquele balanço e o elemento de diversão está definitivamente lá. Há um momento bem obscuro onde há algo assustador e então, de repende, há algo que o faz rir. Isso o mantém intrigado e o mantém querendo assistir mais, o que é incrível", disse. "É ótimo que eles tenham incorporado as besteiras de ter cinco garotas morando junto e as brincadeiras que acontecem quando se mora junto. Eu me lembro de ir a acampamentos no verão e até ter colegas de quatro na faculdade e a diversão que acontece está definitivamente retratada na série".

+ Leia também: Ator de "Bridgerton" conta que foi orientado a não revelar que é gay

"Fate: A Saga Winx" foi criada por Brian Young, produtor de "The Vampire Diaries", e é inspirida no desenho animado italiano "O Clube das Winx", criado por Iginio Straffi. A produção é original Netflix e terá seis episódios em sua primeira temporada.

Além de Cowen, o elenco conta com Hannah van der Westhuysen como Stella ("Grantchester"), Precious Mustapha como Aisha ("Endeavour"), Eliot Salt como Terra ("Normal People"), Elisha Applebaum como Musa ("Undercover Hooligan"), Sadie Soverall como Beatrix ("Rose Interpreta Julie"), Freddie Thorp como Riven ("A Descoberta das Bruxas"), Danny Griffin como Sky ("So Awkward"), Theo Graham como Dane ("Hollyoaks") e Jacob Dudman como Sam ("Não Fale com Estranhos"). Assista ao trailer:

+ Leia também: Now United apresenta trajetória de Nour Ardakani, 16º membro do supergrupo