CineBuzz

Relembre as participações de Serginho Orgastic e Tessália, os primeiros influencers do 'Big Brother Brasil"

Novo ano do reality começa na próxima segunda-feira (25), com famosos e anônimos na disputa pelo prêmio de 1,5 milhão de reais

Redação Publicado em 19/01/2021, às 15h10

Sérginho Orgastic e Tessália Serighelli: celebridades virtuais na época, eles participaram da 10ª edição do BBB - Reprodução/Instagram
Sérginho Orgastic e Tessália Serighelli: celebridades virtuais na época, eles participaram da 10ª edição do BBB - Reprodução/Instagram

Após uma edição de sucesso, o "Big Brother Brasil" volta para uma 21ª temporada e repete a fórmula de sua antecessora: novamente, anônimos disputarão o prêmio de 1,5 milhão de reais com famosos. No ano passado, nomes como Mari Gonzalez, Rafa Kalimann e Bianca Andrade, a Boca Rosa, todas influenciadoras digitais, estiveram no Camarote, time dos convidados. Mas sabia que elas não foram as primeiras influencers a entrarem na disputa?

+ Leia mais: Lista de participantes do "BBB21" será divulgada nesta terça (19)

Antes mesmo da profissão "influenciador(a) digital" existir, lá no longíquo ano de 2010, a casa mais vigiada do país recebeu duas celebridades do campo digital, que faziam sucesso nas redes sociais naquela época em que o Orkut ainda bombava e o Facebook passava despercebido. Só que Sr. Orgastic e Twittess vinham de outras redes sociais: ele do Fotolog, ela do Twitter. Não está reconhecendo os nomes? Eles são o Serginho e a Tessália, participantes da décima edição do "Big Brother Brasil".

Sérginho Orgastic e Tessália Serighelli em passagem pelo Big Brother Brasil (Reprodução/Globo)

 

+ Leia mais: Iarnuou, Quarto Branco, briga por cueca: relembre momentos icônicos do "Big Brother Brasil"

Sérginho Orgastic

Sr. Orgastic era o alter ego digital de Serginho, uma figura de estilo emo que nasceu na rede social Fotolog, uma espécie de percussor do Instagram, quando ele ainda era só um estudante de moda. O personagem acabou fazendo sucesso, aparecendo em canais de TV e revistas adolescentes. Celebridade virtual, Orgastic popularizou expressões como "Beijo, me liga".

Dentro do "BBB", Sérginho se juntou ao concorrente Dicesar Ferreira, maquiador que dá vida à drag queen Dimmy Kieer. Como os dois participantes gays da casa, uniram-se contra o abertamente homofóbico Marcelo Dourado, que acabou vencendo a décima edição.

Hoje Sérginho migrou para outra rede social de fotos, o Instagram, onde tem mais de 300 mil seguidores. O ex-participante se define como não-binário, ou seja, não se reconhece nem no gênero masculino e nem no feminino, e faz ainda mais sucesso do que antes.

 

+ Leia mais: Relembre ex-participantes gringos do “Big Brother Brasil”

Tessália Serighelli

Antes de ir para o reality show, Tessália mantinha uma das contas mais antigas e populares do Twitter, a @twittess, que brincava mesclando o nome do microblog com o dela. Na época em que a rede social ainda era só mato, Tessália se destacou após o seu perfil ficar entre os cinco mais populares, rendendo a ela exorbitantes - novamente, para a época - 40 mil seguidores.

Na casa, Tessália se envolveu com o também publicitário Michel Turtchin, que na época namorava, e, em uma trama afogada em machismo, acabou saindo como a vilã da história e foi maldita diversas vezes por espectadores do programa.

+ Leia mais: Ex-BBBs que não precisaram vencer o reality para fazer sucesso

Daí por diante, ela foi pintada como inimiga e sua aparente incapacidade de mentir sobre o jogo, falando sempre o que pensava, acabaram a eliminando com 78% dos votos no terceiro paredão da edição, entrando para a lista de maiores rejeições do "BBB".

Atualmente ela vive em Londres com o namorado, o jornalista investigativo Simon Boazman, que recentemente trouxe para o Brasil para celebrar o fim do ano. Ah, ela continua tuitando a beça, inclusive sobre o "Big Brother Brasil".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Tessalia (@tessalia)