CineBuzz

Karol Conká fala sobre não ter vetado Sarah da Prova do Líder: "Não achei justo"

Rapper participou do "Mais Você", com Ana Maria Braga, nesta quarta-feira (24)

Redação Publicado em 24/02/2021, às 10h30

Karol Conká participou do "Mais Você" nesta quarta-feira (24) após ser eliminada do "BBB21" - Reprodução/Globoplay
Karol Conká participou do "Mais Você" nesta quarta-feira (24) após ser eliminada do "BBB21" - Reprodução/Globoplay

Na manhã desta quarta-feira (24), Karol Conká participou do "Mais Você" e, em conversa com Ana Maria Braga, comentou sobre não ter vetado Sarah da Prova do Líder, o que poderia ter evitado com que ela fosse eliminada do "Big Brother Brasil 21".

"Na verdade, eu achei que seria injusto vetar a Sarah, já que eu tinha enviado-a para o paredão. Não achei certo vetar ela. As pessoas também me perguntaram, meus amigos, mas eu sabia que se ela ganhasse o Líder, ela iria me botar no paredão", contou Karol.

+ Leia também: No "Mais Você", Karol Conká afirma que não é a mesma vilã do "BBB21" na vida real

"Só que ela me falou que não ia fazer isso. Eu cheguei até a pedir para ela me botar no paredão. Naquele ponto, eu já tava querendo sair fora da casa. Eu já tenho recebido energias externas, eu tava sentindo mesmo que meu papel não estava sendo legal", continuou a rapper.

"Quando eu não vetei a Sarah, era como se eu tivesse aliviado o meu coração. Esse é o meu jeito. Assim como eu colocei a Carla no VIP, pra demonstrar que eu não tinha intenção nenhuma de causar mal pra ela, eu me senti na obrigação de deixar a Prova do Líder", concluiu.

+ Leia também: Eliminada do "BBB21", Karol Conká pede desculpas a Arcrebiano: "Fui loucona no rolê"

Com a rejeição obtida no quarto paredão do "BBB21", Karol Conká superou o recorde de uma semana de Nego Di que, por sua vez, superou Aline dos Santos, do "BBB5", que foi a detentora da maior porcentagem da história do reality show por cerca de 15 anos. Em seguida, vem Patrícia Leitte, outra recordista, que foi eliminada do "BBB18" com 94,26% dos votos em um paredão triplo. 

Karol Conká também supera todos os maiores vilões de todas as edições: Felipe Cobra, do "BBB7", deixou a casa com 93% após se unir a Alberto Cowboy e ir contra o campeão da edição, Diego Alemão. Do mesmo ano, Airton Negão recebeu 91% dos votos em um paredão contra o próprio Alemão.

+ Leia também: Karol Conká é eliminada do "BBB21" com recorde de rejeição: 99,17% dos votos

Dois anos antes, Rogério Padovan, o Dr. Gê, líder do grupinho de vilões da quinta edição, foi eliminado com 92% dos votos em um paredão contra Sammy o segundo colocado da edição, que contou com Grazi Massafera e Jean Wyllis. Anos depois, no "BBB12", o projetista de iluminação Rafa deixou a casa com a mesma porcentagem de Dr. Gê, consagrando o recorde da edição.