CineBuzz
TV e Séries / TV / NOVIDADE

Sete motivos para assistir a "Anitta: Made In Honório" agora mesmo!

Produção estreou na Netflix na quarta-feira (16) e já é um sucesso entre os fãs

Redação Publicado em 17/12/2020, às 15h30

Anitta em cena de "Anitta: Made In Honório", nova série da cantora na Netflix - Reprodução/Netflix
Anitta em cena de "Anitta: Made In Honório", nova série da cantora na Netflix - Reprodução/Netflix

Depois de dois anos, a segunda temporada de "Vai Anitta", série documental sobre Anitta, finalmente estreou na Netflix. Rebatizada de "Anitta: Made In Honório", a produção chegou à plataforma de streaming na quarta-feira (16) e foi um sucesso instantâneo.

Nas redes sociais, os fãs não tiraram o nome de Anitta da lista de assuntos mais comentados e rasgaram elogios à funkeira pela produção intimista, que passeia pela vida pessoal e profissional da cantora, mostrando todas as facetas dela.



Se você ainda não assistiu à série, nós destacamos sete passagens marcantes de "Anitta: Made In Honório" que certamente farão com que você corra para a Netflix e comece a maratonar a produção. Confira:

+ Leia mais: Fãs repercutem a estreia de "Anitta: Made In Honório", nova série da cantora na Netflix

  • Abuso sexual na adolescência

Logo no primeiro episódio da série, Anitta revela que, durante muitos anos, culpou-se por um episódio de abuso sexual quando tinha apenas 15 anos. Hoje, a cantora superou o trauma e o usou para se transformar na mulher poderosa que nós conhecemos: "Pra todos vocês que se perguntam de onde nasceu a Anitta, nasceu daí. Nasceu da minha vontade e necessidade de ser uma mulher corajosa, que nunca ninguém pudesse machucar, que nunca ninguém pudesse fazer chorar, que nunca ninguém pudesse magoar, que sempre tivesse uma saída pra tudo. Foi daí. Eu criei essa personagem aí", revelou.

+ Leia mais: Anitta entrega bastidores de "Made In Honório", nova série da Netflix: "Vou ser cancelada"

  • É a patroa!

Para quem achava que Anitta era uma mera cantora, "Made In Honório" prova que não é nem um pouco assim. Em "Vai Anitta", nós já havíamos tido um vislumbre da cantora atuando como a sua própria empresária e lidando com todos os perrengues de sua carreira, mas agora pudemos ver ainda mais sobre esse lado de Anitta.

Ela está sempre no controle de tudo, desde os mínimos detalhes de seus shows - inclusive, Anitta tem um ponto de comunicação para poder falar com a produção durante os eventos, sem ninguém perceber (!) - até a forma como peças publicitárias com a sua participação serão conduzidas. É a patroa mesmo!

+ Leia mais: Anitta faz estreia inédita na Billboard Hot 100 com o single "Me Gusta"

  • Família de comercial de margarina

Nascida Larissa de Macedo Machado, Anitta é bastante apegada à família e isso fica bem claro em "Made In Honório". Ela não desgruda da mãe, Miriam, e do pai, Mauro, o Painitto, além de ser superapegada aos irmãos Renan, com quem trabalha, e Felipe, descoberto recentemente. Em diversos momentos, o documentário foca na relação da funkeira com o novo irmão e a família dele, que também inclui a sobrinha Letícia, e mostra Anitta extasiada de felicidade, pois a família cresceu. 

+ Leia mais: Anitta grava clipe misterioso no Piscinão de Ramos

  • Celebração do funk

No terceiro episódio da série, Anitta fala sobre o funk, defendendo o ritmo como algo autenticamente brasileiro e que deveria receber mais respeito da população ao invés de ser constantemente criminalizado. Para ilustrar o seu argumento, a artista relembra a tragédia de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo, em que nove jovens, com idades entre 14 e 23 anos, foram mortos durante uma ação da Polícia Militar em um baile funk de rua. Ela chega a dizer que, alguns anos antes, alguma das vítimas poderia ser ela, já que eram espaços que ela costumava frequentar no começo da carreira. 

+ Leia mais: Anitta fala sobre suicídio ao rebater internauta que deseja sua morte

  • O assédio dos fãs

Além de trabalhar muito, Anitta chegou até o topo com a ajuda dos fãs, que sempre a apoiaram e estiveram do lado dela durante esses dez anos de carreira. A cantora reconhece isso e os trata superbem, na medida do possível, o que faz com eles já se sintam parte da família. Em um dos episódios da série, inclusive, tia Ilza, como é carinhosamente conhecida pela funkeira, entra na casa de Anitta, enquanto ela se prepara para o show no Rock In Rio, e casualmente fica por lá, esperando a atenção da cantora.  É mole?

+ Leia mais: Anitta, Rafa Kalimann e Tatá Werneck pedem justiça por Mari Ferrer

  • O encontro com Mariah Carey

Anitta tem fãs, mas ela também é fã e, no caso, é de Mariah Carey. Nós vimos fotos, vimos a cantora relatar o que havia acontecido e até receber o acontecimento, mas em "Made In Honório" nós vemos como Anitta reagiu após conhecer a artista, que a funkeira diz ter sido a inspiração para que ela se tornasse cantora. Quantos fãs devem ter a mesma reação quando encontram a Anitta, hein?

+ Leia mais: Anitta comemora presente especial recebido por Mariah Carey

  • "Sou de Honório Gurgel!"

Anitta não poderia encerrar "Made In Honório" sem falar do seu lugar de origem: no último capítulo, a cantora deixa escancarado o quanto é apaixonada pelo bairro, no subúrbio do Rio de Janeiro, e, apesar de tudo o que conquistou, é eternamente grata pelo espaço que a moldou como pessoa. Como forma de retribuir, ela levou o show apresentado no Rock In Rio, em setembro de 2019, para Madureira, próximo a Honório Gurgel, para que todo mundo pudesse assisti-lo gratuitamente.