CineBuzz
Viral / SEGURANÇA

FaceApp é investigado pelo FBI por roubar dados dos usuários

O aplicativo que voltou a viralizar já se envolveu em polêmica

Redação Publicado em 15/06/2020, às 15h22

Tata Werneck em foto publicada nas redes - Instagram
Tata Werneck em foto publicada nas redes - Instagram

O ócio mais frequente, causado pela quarentena contra o coronavírus, fez ressurgir a fama do FaceApp, aplicativo que provoca a transformação do rosto do usuário em outro gênero ou em uma versão mais velha. Mas parece que a plataforma é mais perigosa do que se pensa.

De acordo com a Capricho, o Luiz Augusto D’Urso, advogado e professor especialista em Direito Digital e Cibercrimes, alertou sobre o aplicativo estar envolvido em várias polêmicas pelo mundo justamente por conta da obtenção indevida de dados pessoais dos usuários e que até o FBI entrou na investigação.

“Quando você instala, utiliza e aceita seus termos de uso, autoriza esse App a coletar e utilizar muita informação sigilosa e pessoal, como sua foto, analisar seus dados de navegação, colher diversas informações do seu celular, dentre outras cláusulas extremamente abusivas. O FBI investiga tal aplicativo e o próprio PROCON já notificou o App no final do ano passado. Não voltem a utilizá-lo”, explicou o especialista.



O fundador do FaceApp, Yaroslav Goncharov, explicou para o site TechCrunch ano pasado que há a possibilidade de retirar seus dados do aplicativo. Precisa acessar a opção “Configurações”, clicar em “Suporte”, depois acessar “Reportar erros e enviar logs” e depois fazer sua solicitação.

Goncharov ainda disse que o aplicativo não compartilha os dados dos usuários com terceiros, que são coletados apenas para uso pessoal e de marketing, como muitas outras empresas fazem.

Mas, Chuck Schumer, líder dos democratas no Senado dos EUA, enviou um e-mail para o Departamento Federal de Investigação em 2019, para questionar sobre a segurança do FaceApp. "Um aviso para compartilhar com sua família e amigos. Este ano, quando milhões estavam baixando o FaceApp, perguntei ao FBI se o aplicativo era seguro. Bem, o FBI acabou de responder. E eles me disseram que qualquer aplicativo ou produto desenvolvido na Rússia, como o FaceApp, é uma ameaça potencial de contrainteligência", escreveu em seu perfil do Twitter. Confira:

+ Leia Mais: "Versão feminina" de famosos faz sucesso na web

Agora que o aplicativo já voltou a viralizar é importante que o usuário que se sinta inseguro com o uso do FaceApp mande um e-mail com o pedido que seus dados sejam apagados.

 

 


+ Itens para maratonar filmes em casa:

1. Pipoqueira Philco: https://amzn.to/3746SUt

2. Almofada porta-pipoca: https://amzn.to/2sxJ0JK

3. Smart TV LED Panasonic: https://amzn.to/38kZXGr

4. Fire TV Stick: https://amzn.to/30xAnLH

5. Home Theater Philco: https://amzn.to/38hufKl

6. Poltrona reclinável, K.R. Móveis: https://amzn.to/2Nz93Yi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.