CineBuzz
Vitrine / História

Há 60 anos nascia Lady Di, a princesa do povo que deixou sua marca na História

Relembre detalhes sobre a vida de Lady Di, que estaria completando hoje 60 anos de idade

Isabella Bisordi Publicado em 01/07/2021, às 11h38 - Atualizado em 02/07/2021, às 11h38

Confira detalhes sobre a vida de Lady Di - Crédito: Wikimedia Commons
Confira detalhes sobre a vida de Lady Di - Crédito: Wikimedia Commons
Carisma, determinação e generosidade. Essas são, até hoje, algumas das características mais citadas na hora de descrever a personalidade de Diana Frances Spencer, conhecida mundialmente como Lady Di. Nascida no Reino Unido no dia 1º de julho de 1961, há exatos 60 anos, Diana tornou-se membro da Família Real Britânica em 1981, quando casou-se com Charles, Príncipe de Gales e primogênito da rainha Elizabeth II. 
 
Apelidada de “princesa do povo”, Lady Di tornou-se uma das personalidades mais marcantes do século XX, graças à sua enorme influência, simpatia e dedicação a ações filantrópicas. Em 28 de agosto de 1996, Diana e Charles anunciaram o divórcio, após uma série de polêmicas que marcaram o casamento. Em 31 de agosto de 1997, Lady Di teve sua vida interrompida de maneira trágica, aos 36 anos de idade.
 
Reprodução/Wikimedia Commons
Lady Di era conhecida por sua bondade e generosidade / Crédito: Wikimedia Commons
 

Infância e juventude

 
Nascida em uma família aristocrata britânica, Diana foi a terceira filha do 8º conde John Spencer e da nobre Frances Shand Kydd. Sua infância e juventude foram marcadas por problemas conjugais entre seus pais, que resultaram em traições, brigas na justiça pela guarda dos filhos e inúmeras discussões ao longo dos anos.
 
Com fortes opiniões e buscando independência desde jovem, Diana mudou-se para Londres aos 17 anos, onde levava uma vida tranquila e sem extravagâncias, dividindo o apartamento com suas amigas e trabalhando como professora do jardim de infância.
 
Na década de 70, viu sua vida mudar completamente ao conhecer Charles, o Príncipe de Gales e primeiro nome na linha de sucessão ao trono britânico. Aos 19 anos, casou-se em uma cerimônia televisionada para todo o mundo, com cerca de 600 milhões de telespectadores. Foi no altar que, pela primeira vez, revolucionou uma tradição monárquica alterando seu discurso matrimonial, no qual deveria jurar obedecer ao seu marido.
 
Crédito: Getty Images
Charles e Diana no dia do anúncio de seu noivado / Crédito: Getty Images
 
 

Família real, casamento e polêmicas

 
Depois de entrar para a família real, Lady Di mudou-se para o luxuoso palácio de Kensington, e seu carisma e simpatia atraíram grande atenção do público e da mídia. Durante toda sua vida, Lady Di apoiou mais de 100 instituições de caridade, dando voz a diversas causas sociais. Considerada também um verdadeiro ícone fashion e referência no mundo da moda, Diana era frequentemente abordada por paparazzis e fãs, estampando milhares de notícias e ganhando o curioso título de mulher mais fotografada do mundo. 
 
Na década de 80, Lady Di tornou-se mãe dos príncipes William, Duque de Cambridge, e Harry, Duque de Sussex. Diversas vezes mostrou-se insatisfeita com protocolos da realeza - como, por exemplo, quando decidiu dar à luz em um hospital e quando falava publicamente sobre sua depressão e seus transtornos alimentares. Com o passar dos anos, Diana estava cada vez mais solitária no palácio, e seu casamento, que antes parecia um conto de fadas, já não era mais o mesmo. Assim, a desconfiança do público sobre um relacionamento extraconjugal do príncipe tornou-se cada vez maior.
 
Wikimedia Commons
Diana e Charles / Crédito: Wikimedia Commons
 
A realidade é que a história do príncipe Charles com Camilla Parker-Bowles, que veio à tona anos mais tarde, teve seu início muito antes de Diana tornar-se parte da realeza. Apesar de ter pedido Diana em casamento depois de tê-la encontrado pessoalmente apenas 13 vezes, o príncipe manteve por muito tempo um relacionamento com Camilla - que, mais tarde, tornou-se sua esposa.
 
O fim do casamento de Charles e Diana tornou-se de conhecimento do público em 1992, mas o divórcio foi finalizado apenas em 28 de agosto de 1996. A partir de então, Diana perdeu o tratamento de “Sua Alteza Real”, passando a ser chamada de Princesa de Gales. No entanto, por ser mãe do 2º e do 3º colocados na linha de sucessão ao trono, continuou membro da família real britânica.
 

Tragédia e vida interrompida

 
Mesmo após o fim de seu casamento, a imagem de Diana continuou extremamente popular, e a princesa era perseguida pelos tabloides de todo o mundo. Até que no dia 31 de agosto de 1997, aos 36 anos de idade, a Princesa de Gales teve sua vida interrompida por um trágico acidente.
 
Na data do ocorrido, Lady Di estava em Paris, na França, acompanhada de seu atual namorado, o egípcio Dodi Al-Fayed. Ao deixarem o local do jantar, o carro do casal passou a ser perseguido por paparazzis. Na tentativa de despistar os fotógrafos, o motorista Henri Paul, que estava embriagado - de acordo com inquérito realizado pelas autoridades francesas - corria em alta velocidade. Essa soma de fatores ocasionou no acidente automobilístico no túnel da Ponte de l’Alma, que instantaneamente tirou a vida de Diana, Al-Fayed e Henry. Trevor Rees-Jones, seu guarda-costas, foi o único sobrevivente.
 
A morte repentina de Lady Di causou uma enorme comoção ao redor do mundo. Seu velório, realizado em 6 de setembro, foi assistido por cerca de 2.5 bilhões de pessoas. Apesar de sua partida precoce, Diana deixou um enorme legado e marcou a História graças à sua bondade e generosidade enquanto esteve viva. 
 
Wikimedia Commons
Lady Di / Crédito: Wikimedia Commons
 
Em homenagem à vida e ao legado de Lady Di, hoje, na data de seu nascimento, selecionamos 5 obras que abordam mais detalhes sobre sua história e seus feitos durante a vida para quem deseja conhecer melhor o tema. Confira os livros que estão disponíveis na Amazon:
 
1. Diana: sua verdadeira história em suas próprias palavras (Andrew Morton): https://amzn.to/3xaFCkg
 
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon
 
2. Diana: o último amor de uma princesa (Kate Snell): https://amzn.to/3xdgOb9
 
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon
 
3. Remembering Diana: a life in photographs (National Geographic): https://amzn.to/3AdFYbL
 
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon
 
4. Diana: style icon - The fashion of Lady Diana Spencer, Princess of Wales (Dan Jones): https://amzn.to/3AjU2jW
 
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon
 
5. O amor da princesa Diana (Anna Pasternnack): https://amzn.to/3dC7zK2
 
Reprodução/Amazon
Reprodução/Amazon
 
Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.
 
Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/33uceXZ
      
Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3aXmiv8