CineBuzz
Cinema / MOSTRA DE SP

45ª Mostra de SP: Vão Livre do MASP terá exibição de cinco longas brasileiros inéditos

A retirada de ingressos acontecerá duas horas antes do início de cada sessão

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 26/10/2021, às 17h20

45ª Mostra de SP: Vão Livre do MASP terá exibição de cinco longas brasileiros inéditos - Divulgação/Vitrine Filmes/Coala Filmes/Killers
45ª Mostra de SP: Vão Livre do MASP terá exibição de cinco longas brasileiros inéditos - Divulgação/Vitrine Filmes/Coala Filmes/Killers

O Vão Livre do MASP, na Avenida Paulista, local que, tradicionalmente, apresenta uma seleção da Mostra de São Paulo, exibirá cinco títulos brasileiros inéditos esse ano.

As apresentações terão início nesta quarta (27), às 19h30, com ingressos disponíveis para retirada a partir das 17h30. O espaço tem capacidade para 500 pessoas, com distanciamento.

Confira a programação:

Na quarta, dia 27, será exibido "Urubus", estreia do diretor Cláudio Borrelli, que conta a história do garoto Trinchas (Gustavo Garcez), líder de um grupo de pichadores que escalam muros e prédios para deixar sua marca na cidade. Quando ele se apaixona por Valéria (Bella Camero), estudante de artes, o rapaz adquire uma nova perspectiva sobre seu trabalho. Juntos, participam de uma intervenção artística que despertará debates sobre a importância cultural das pichações e do grafite.

Divulgação/Killers

 

Na quinta, dia 28, será exibido "As Verdades", novo longa do diretor José Eduardo Belmonte. O filme conta a história do policial Josué (Lázaro Ramos) que precisa resolver um crime cometido contra o empresário Valmir em um pequeno município do sertão baiano. A história é contada por meio de três pontos de vista: o de Cícero (Thomás Aquino), matador de aluguel; o de Francisca (Bianca Bin), noiva do empresário; e o de Valmir (Zé Carlos Machado), a vítima.

Na sexta, dia 29, será exibida a animação em stopmotion "Bob Cuspe - Nós Não Gostamos de Gente", de Cesar Cabral, que conta a história de Bob Cuspe, um velho punk tentando escapar de um deserto apocalíptico que, na verdade, é um purgatório dentro da mente do seu criador, Angeli, um cartunista passando por uma crise autoral. O filme recebeu o Prêmio Contrechamp no Festival de Cinema de Animação de Annecy.

Divulgação/Coala Filmes

 

No sábado, dia 30, a diretora Laís Bodanzky apresentará seu novo filme "A Viagem de Pedro". Em 1831, durante a travessia do Atlântico em uma fragata inglesa rumo à Europa, Pedro (Cauã Reymond), o ex-imperador do Brasil, busca forças físicas e emocionais para enfrentar o irmão, que usurpou seu reino em Portugal. Pedro se vê doente e inseguro. Ele entra na embarcação em busca de um lugar e de uma pátria. Em busca de si mesmo.

Divulgação/Vitrine Filmes

 

No último dia de apresentações, domingo (31), será exibido "Poropopó", de Luis Antonio Igreja, que conta a história de Julieta uma palhacinha adolescente que vive com sua família peculiar: um grupo circense nômade. A vida da garota muda drasticamente quando seus pais decidem deixar o circo e tentar a sorte em uma cidade próxima.