CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / EITA!

Alan Moore, autor de "Watchmen", acusa filmes de heróis de serem "precursores do fascismo"

Ele ainda declarou que coisas a ligadas aos quadrinhos se tornaram insuportáveis

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 13/10/2022, às 13h20 - Atualizado às 13h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Alan Moore, autor de "Watchmen", culpa filmes de heróis: "precursores do fascismo" - Reprodução/Warner Bros.
Alan Moore, autor de "Watchmen", culpa filmes de heróis: "precursores do fascismo" - Reprodução/Warner Bros.

Alan Moore, autor dos quadrinhos de "Watchmen" e "V de Vingança", já declarou que o gênero de super-heróis é uma "praga" do cinema e “também para a cultura até certo ponto”.

Em entrevista recente para o The Guardian, Moore voltou a culpar os filmes de heróis, declarando que eles infantilizam adultos e podem ser precursores do fascismo.

Eu disse por volta de 2011 que achava que teria implicações sérias e preocupantes para o futuro se milhões de adultos fizessem fila para ver os filmes do Batman. Porque esse tipo de infantilização – esse desejo por tempos mais simples, realidades mais simples – muitas vezes pode ser um precursor do fascismo”.

Moore se mostrou preocupado com a ideia de um legião de adultos agora “fazendo fila para ver personagens e situações que foram criadas para entreter os meninos de 12 anos – e sempre foram meninos – de 50 anos atrás”. Ele inclusive se considera culpado:

Eu realmente não achava que super-heróis fossem comida para adultos. Acho que isso foi um mal-entendido nascido do que aconteceu na década de 1980 – ao qual devo atribuir uma parte considerável da culpa, embora não tenha sido intencional – quando coisas como Watchmen apareceram pela primeira vez. Havia um monte de manchetes dizendo ‘Os quadrinhos cresceram’”.

Ele ainda explicou como coisas a ligadas aos quadrinhos não cresceram realmente, e se tornaram insuportáveis:

Eu tendo a pensar que, não, os quadrinhos não cresceram. Havia alguns títulos que eram mais adultos do que as pessoas estavam acostumadas. Mas a maioria dos títulos de quadrinhos eram praticamente os mesmos de sempre. Não eram quadrinhos crescendo. Eu acho que eram mais quadrinhos encontrando a idade emocional do público vindo para o outro lado… Eu sempre amarei e adorarei o meio dos quadrinhos, mas a indústria de quadrinhos e todas as coisas ligadas a ela se tornaram insuportáveis.

Em uma entrevista em outubro de 2020 para o Deadline, Moore revelou que não via um filme de super-herói desde "Batman", de 1989, de Tim Burton: “Eu não assisto nenhum deles. Todos esses personagens foram roubados de seus criadores originais, todos eles… se você tentar fazê-los para o mundo adulto, acho que fica meio grotesco”.

Alan Moore é conhecido por outros projetos de sucesso nos quadrinhos como "Monstro do Pântano" e "A Piada Mortal". Ele ganhou prêmios em grandes eventos de quadrinhos e fantasia como o Eisner e Hugo.

Com muitos lançamentos vindo ainda em 2022, qual você está mais ansioso(a) para assistir? Vote no seu favorito!

  • "Morte Morte Morte" (Estreia em 06/10)
  • "Amsterdam" (Estreia em 06/10)
  • "Lobisomem na Noite" (Estreia em 07/10)
  • "Halloweens Ends" (Estreia em 13/10)
  • "Bem-Vindo à Vizinhança" (Estreia em 13/10
  • "A Escola do Bem e do Mal" (Estreia em 19/10)
  • "Adão Negro" (Estreia em 20/10)
  • "O Enfermeiro da Noite" (Estreia em 26/10)
  • "Depois do Universo" (Estreia em 27/10)
  • "Enola Holmes" (Estreia em 04/11)
  • "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre" (Estreia em 10/11)
  • "Avatar: O Caminho da Água" (Estreia em 15/12)
  • "Bardo" (Estreia em 16/12)
  • "Glass Onion: Um Mistério Knives Out" (Estreia em 23/12)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!