CineBuzz
Cinema / EXCLUSIVA

Em entrevista, Giovana Cordeiro fala sobre amizade e idealizações das redes sociais em “Carnaval”

Comédia nacional da Netflix aborda o lado real e glamourizado da internet

Camila Gomes | @camilagms Publicado em 04/06/2021, às 16h00

Giovana Cordeiro fala sobre amizade e idealizações das redes sociais em “Carnaval” - Divulgação/Netflix
Giovana Cordeiro fala sobre amizade e idealizações das redes sociais em “Carnaval” - Divulgação/Netflix

A pandemia de Covid-19 adiou muitas festas comemorativas ao redor do país, mas “Carnaval”, que chegou à Netflix na última quarta-feira (2), promete levar a folia das ruas do Carnaval de Salvador, na Bahia, para a casa dos assinantes do streaming.

A comédia foi dirigida por Leandro Neri (“Socorro, Virei uma Garota!”) e gira em torno de Nina, papel de Giovana Cordeiro (“Verão 90”), uma influenciadora digital que descobre a traição do namorado e decide viajar para Salvador com as melhores amigas para superar o término durante o feriado. Ao lado de Mayra (Bruna Inocencio), Michelle (Gkay) e Vivi (Samya Pascotto), ela vê a sua carreira deslanchar e aprende com seu grupo como manter sempre os pés no chão, apesar da fama instantânea.

Assim como a protagonista do longa, Giovana também tem uma presença forte no Instagram, mas sua relação com as redes sociais ainda é de “amor e ódio” por potencializar muitas de suas inseguranças. “O que tenho visto de positivo disso, é a oportunidade de olhar para os meus padrões de autossabotagem com mais cuidado, respeitando o meu tempo e o meu real propósito com o que pretendo comunicar. A Samya esses dias me disse que ela tem usado essa plataforma para experimentar linguagem e isso ficou na minha cabeça desde então e de lá pra cá”, declaro a atriz em entrevista ao CineBuzz.

No entanto, para assumir a personagem, ela precisou mergulhar de cabeça no universo dos influenciadores digitais e observou o comportamento de diversas famosas, que acumulam milhões de seguidores. No filme, enquanto Nina estava focada em se divertir, fazer contatos e partilhar seus momentos especiais com os seguidores, Luana, personagem de Flávia Pavanelli, é o ponto da história que mostra que a vida dos famosos não é tão glamourosa quanto parece.

Luana está sempre trabalhando, acompanhada e focada no que precisa ser feito. A gente precisa entender de uma vez por todas que as redes sociais não são a vida real, nem tem como ser. A vida real tem muito mais detalhes e imprevistos, não tem edição e tem todos os outros sentidos que não podemos explorar enquanto vemos apenas uma foto ou um recorde produzido da vida de alguém”, afirmou Giovana no papo.

Para embarcar nessa carreira, que pode te colocar no topo rapidamente e te “cancelar” na mesma velocidade após qualquer deslize, a personagem conta com o suporte incondicional das parceiras e Giovana ressalta o quão importante é a presença delas em “Carnaval”:

“As amigas da Nina são a maior lição da história, quem sinaliza as ciladas que ela pode se meter e quem se preocupa de verdade”, afirma. “Quando ela se vê sozinha, desamparada, precisando se reconhecer, é para as amigas que ela corre. Nesse contexto de vida das redes sociais versus vida real, as amigas são o que vale a pena dos dois mundos: a verdade”.