CineBuzz
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / ENTREVISTA

"Não queria que ele fosse o Mion do 'Caldeirão'", diz Marcos Mion sobre dublar Buzz em "Lightyear"

Em entrevista ao CineBuzz, o apresentador falou sobre o trabalho para esonder os "mionzerismos" e fazer o clássico personagem de "Toy Story" brilhar

Henrique Nascimento | @hc_nascimento Publicado em 14/06/2022, às 13h45 - Atualizado em 16/06/2022, às 13h45

Marcos Mion assume a voz de Buzz Lightyear em "Lightyear", novo filme da Disney-Pixar - Divulgação/Disney-Pixar
Marcos Mion assume a voz de Buzz Lightyear em "Lightyear", novo filme da Disney-Pixar - Divulgação/Disney-Pixar

Na mesma época em que um filme só poderia ser visto nos cinemas, por VHS ou quando, depois de muito tempo, passava na televisão, "Toy Story" foi lançado em diversas línguas ao redor do mundo, incluindo o Brasil. Na produção, o patrulheiro espacial Buzz Lightyear, originalmente dublado por Tim Allen, ganhou a voz do dublador profissional Guilherme Briggs e foi com ela que o público acabou se acostumando.

Dessa forma, é até compreensível o descontentamento do público com a escolha de Marcos Mion para dar voz à nova aventura do astronauta, "Lightyear", que chega aos cinemas na próxima quinta-feira (16). Só que não se trata do mesmo Buzz Lightyear que conhecemos há quase 30 anos.

Estamos falando de outro personagem totalmente diferente e, em entrevista ao CineBuzz, Mion nos falou sobre o trabalho para esquecer os seus "mionzerismos" tão característiscos e encarar a difícil tarefa de assumir o clássico e adorado patrulheiro espacial, em aventura completamente nova:

"A gente trabalhou muito, durante muitas horas, pra conseguir achar o Buzz. E, ao mesmo tempo que a gente acha o Buzz, a gente tem que matar os 'mionzerismos', como você falou. Porque não é sobre mim, é sobre o Buzz", afirmou o apresentador do "Caldeirão", na Globo. "Não era um trabalho para ver 'mionzera' em cima de Buzz, porque isso teria ficado muito ruim."

Mion ainda confessou que precisou repetir as falas mais de uma vez para poder acertar o tom certo do personagem: "A gente fez um trabalho enorme de mudar o tom da minha voz, pra mudar a forma como eu termino as frases, que é muito característico. Poucas falas foram de primeira. Começou a ir de primeira depois da quarta sessão de dublagem", revelou. "O Thiago [Longo, diretor de dublagem de 'Lightyear'], a gente se olhava e falava: 'não, o final tá como eu falo, vamos de novo'".

"A minha consciência era total de dar a melhor experiência possível para todo mundo. Tanto para as pessoas que vão conhecer o Buzz com a minha voz quanto as pessoas que já foram criadas com 'Toy Story'. [Eles poderão] conseguir identificar um novo personagm e [eu não queria] que esse personagem fosse o Mion do 'Caldeirão', acrescentou. Confira a entrevista completa com Marcos Mion a seguir:


+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!