CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / EITA!

James Cameron diz que "Avatar 2" é mais feminista que "Mulher-Maravilha" e "Capitã Marvel"

Cameron disse que apenas ele colocou uma grávida no campo de batalha

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 15/12/2022, às 12h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
James Cameron diz que "Avatar 2" é mais feminista que" Mulher-Maravilha" e "Capitã Marvel" - Divulgação/20th Century Studios
James Cameron diz que "Avatar 2" é mais feminista que" Mulher-Maravilha" e "Capitã Marvel" - Divulgação/20th Century Studios

James Cameron disse que seu novo filme, "Avatar: O Caminho da Água", valoriza mais o empoderamento feminino do que filmes como "Mulher-Maravilha" e "Capitã Marvel". O diretor elogiou as personagens da DC e da Marvel, mas disse que apenas ele colocou uma grávida no campo de batalha.

Todo mundo está sempre falando sobre o empoderamento feminino”, disse Cameron à revista Variety. “Mas qual é a parte tão importante da vida de uma mulher que nós, como homens, não vivenciamos? E eu pensei: 'Bem, se você realmente vai descer na toca do coelho do empoderamento feminino, vamos ter uma guerreira que está grávida de seis meses na batalha.'

Isso não acontece em nossa sociedade – provavelmente não acontece há centenas de anos. Mas eu garanto a você, antigamente, as mulheres tinham que lutar pela sobrevivência e proteger seus filhos, e não importava se estivessem grávidas”, continuou Cameron.

E as mulheres grávidas são mais capazes de serem muito mais atléticas do que nós, como uma cultura, reconhecemos. Eu pensei, 'Vamos tirar os verdadeiros limites'. Para mim, foi o último bastião que você não vê. Mulher Maravilha e Capitã Marvel – todas essas outras mulheres incríveis aparecem, mas elas não são mães e não estão grávidas enquanto lutam contra o mal.

O diretor se refere a personagem Ronal, de Kate Winslet. A guerreira aparecerá pela primeira vez no segundo filme da possível saga e é uma mergulhadora e líder espiritual dos Metkayina.

MULHER-MARAVILHA

Em 2017, James Cameron fez críticas a "Mulher Maravilha": "Ela é um ícone objetificado, é a Hollywood masculina fazendo a mesma coisa de sempre! Não estou dizendo que não gostei do filme, mas, para mim, é um passo para trás".

O diretor lembrou de Sarah Connor, de "O Exterminador do Futuro", produção que dirigiu. "Ela não era um ícone de beleza. Era forte, com problemas, uma mãe terrível e ela ganhou o respeito do público. Para mim, [o benefício de personagens como Sarah] é tão óbvio. Quer dizer, metade do público é feminino."

Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" (16 de fevereiro)
  • "Pânico VI" (9 de março)
  • "Shazam! Fúria dos Deuses" (16 de março)
  • "John Wick 4: Baba Yaga" (23 de março)
  • "Super Mario Bros. O Filme" (30 de março)
  • "Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes" (13 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "The Flash" (16 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (27 de julho)
  • "Duna: Parte 2" (2 de novembro)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!