CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz
Cinema / POLÊMICA

"Streamings jogaram colegas cineastas para baixo do ônibus", afirma Steven Spielberg

Diretor afirma que será necessário um esforço coletivo para garantir que produções sejam exibidas no cinema

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 10/11/2022, às 16h12

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
"Streamings jogaram colegas cineastas para baixo do ônibus", se revolta Steven Spielberg - Divulgação/Getty Images: Amanda Edwards
"Streamings jogaram colegas cineastas para baixo do ônibus", se revolta Steven Spielberg - Divulgação/Getty Images: Amanda Edwards

O diretor Steven Spielberg criticou, em entrevista ao New York Times, a postura dos serviços de streaming após a fase mais aguda da pandemia de coronavírus. Para o cineasta, plataformas como a HBO Max se aproveitaram da situação.

"A pandemia criou uma oportunidade para as plataformas de streaming aumentarem suas assinaturas para níveis recordes e também jogar alguns dos meus melhores amigos cineastas para baixo do ônibus, pois seus filmes não foram lançados nos cinemas", afirmou em tom de revolta.

O vencedor do Oscar se referiu à decisão da Warner Bros. de lançar todos os seus filmes de 2021 na HBO Max e nos cinemas no mesmo dia. Para Spielberg, tal decisão mudou os hábitos dos adultos irem ao cinema.

"Eles [os diretores] foram pagos e seus filmes foram subitamente relegados, neste caso, à HBO Max. O caso de que estou falando. E então tudo começou a mudar", continuou.

"Achei encorajador que 'Elvis' ultrapassou US$ 100 milhões na bilheteria doméstica. Muitas pessoas mais velhas foram assisti-lo, e isso me deu esperança de que as pessoas estão voltando a ir ao cinema conforme a pandemia vira endemia. Acho que os filmes vão voltar. Eu realmente acho".

Apesar de reconhecer que os streamings beneficiaram, sobretudo, a parcela mais velha do público, que pode assistir aos lançamentos no conforto do seu lar, Spielbergconsidera necessário um "esforço coletivo por parte dos diretores para demandar que os serviços de streaming que pagam a conta da maioria desses filmes dêem a eles a chance de serem exibidos nos cinemas, e não só em quatro salas para se qualificar para as premiações".

O diretor disse ainda que “não há dúvida de que as grandes sequências e filmes da Marvel, DC e Pixar, além de alguns dos filmes de animação e terror ainda têm um lugar na sociedade” devido aos seus retornos de bilheteria.

Depois de "Mulher-Hulk: Defensora de Heróis", para qual lançamento da Marvel você está mais ansioso?

  • "Pantera Negra: Wakanda Para Sempre": 10 de novembro de 2022 nos cinemas
  • "Guardiões da Galáxia: Especial de Natal" (Dezembro no Disney+)
  • "What If...?" - 2ª Temporada: Início de 2023 no Disney+
  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania": 16 de fevereiro de 2023 nos cinemas
  • "Invasão Secreta": Entre março e junho de 2023 no Disney+
  • Guardiões da Galáxia: Volume 3": 4 de maio de 2023 nos cinemas
  • "Echo": Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "As Marvels" (16 de fevereiro de 2023 nos cinemas)
  • "Loki" - 2ª Temporada: Entre junho e agosto de 2023 no Disney+
  • "Blade": 2 de novembro de 2023 nos cinemas
  • "Ironheart": Entre setembro e novembro de 2023 no Disney+
  • "Agatha: Coven of Chaos": Fim de 2023/Início de 2024 no Disney+
  • "Daredevil: Born Again": Entre março e junho de 2024 no Disney+
  • "Capitão América: Nova Ordem Mundial": 2 de maio de 2024 nos cinemas
  • "Thunderbolts": 25 de julho de 2024 nos cinemas
  • "Quarteto Fantástico": 7 de novembro de 2024 nos cinemas
  • "Vingadores: A Dinastia Kang": 1º de maio de 2025 nos cinemas
  • "Vingadores: Guerras Secretas": 6 de novembro de 2025 nos cinemas

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!