CineBuzz
Cinema / REMAKE

Zé do Caixão ganhará remake produzido por Elijah Wood

Personagem de José Mojica Marins terá uma versão em inglês e outra em espanhol

Thamyris Couto | @thamy_couto Publicado em 14/10/2021, às 10h19 - Atualizado às 10h48

Zé do Caixão ganhará remake americano mais acessível e atualizado por Elijah Wood - Divulgação
Zé do Caixão ganhará remake americano mais acessível e atualizado por Elijah Wood - Divulgação

Zé do Caixão voltará às telas antes do esperado, isso porque a produtora fundada por Elijah Wood (Frodo, da trilogia "O Senhor dos Anéis") irá realizar um remake do terror brasileiro protagonizado por José Mojica Marins, conhecido internacionalmente como Coffin Joe.

De acordo com o site Screen Daily, a produção ganhará uma versão norte-americana e outra mexicana, ambas produzidas pela SpectreVision (de Wood) e pela produtora britânica OneEyed Films, que será a responsável pela vendas internacionais do catálogo do personagem. E, além disso, ela também está a frente na versão do filme em espanhol, cujo roteiro ainda está sendo escrito pelos cineastas mexicanos Lex Ortega e Adrian Garcia Bogliano

"A ideia é trazer uma versão mais mainstream, acessível e atualizada do Zé do Caixão... fiel ao público que o adora desde sempre, mas apresentando-o para uma audiência nova e mais ampla", informou a SpectreVision em comunicado.

O novo filme será dirigido por Josh C. Waller e Daniel Noah, que retratou o personagem como um "bicho-papão icônico e indelével que merece ser reinventado para nossa cultura contemporânea.Estamos ansiosos para criar um novo recurso que capture a arte sombria da criação singular de Marins para o nosso mundo moderno”, finalizou Noah.

Inicialmente, o Zé do Caixão foi criado em 1964 como um antagonista na trama de "À Meia-Noite Levarei Sua Alma", onde seria um coveiro envolvido em artes místicas, que busca por uma vítima para ser a mãe do seu filho demoníaco. Após sua participação neste longa, o sucesso só cresceu, e o personagem de Mojica apareceu em mais nove filmes e três séries de televisão. 

O sucesso percorreu toda sua carreira até fevereiro de 2020, ano em que faleceu aos 83 anos.