CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

"Daisy Jones & The Six": Mudança na letra de "Regret Me" pode impactar a série; entenda

Na adaptação, a música ganhou letra e sonoridade diferentes da descrita no livro

Rafaela Bertolini | @rafaelabertolini_ Publicado em 30/01/2023, às 19h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
"Daisy Jones and The Six": mudança da letra de Regret Me pode impactar na série - Reprodução/Prime Video
"Daisy Jones and The Six": mudança da letra de Regret Me pode impactar na série - Reprodução/Prime Video

Os fãs de Daisy Jones and The Sixnão poderiam estar mais felizes com o lançamento da série no início de março. E para surpreender os fãs, "Regret Me", música da banda fictícia, foi lançada nas mídias digitais.

Mas se você já leu o livro que baseou a produção, você com certeza notou que a letra da música foi mudada na adaptação. E, afinal, essa mudança terá impacto no enredo?

No mundo literário

No livro, a primeira vez que ouvimos falar de "Regret Me" é durante uma gravação em que Daisy Jones não havia sido escalada. A banda The Six estava trabalhando em outra música sem a cantora quando ela invadiu o estúdio, alterada pelas drogas.

Daisy entrega um guardanapo com a letra para Billy Dunne, que imediatamente recusa gravar a canção, já que ela era endereçada para ele. Na canção, a cantora expressa seus sentimentos para o vocalista do The Six de forma agressiva. Nela continham trechos como "E quando você ouvir minha voz, lembre-se / Você me arruinou inteira" e "Quando você pensar em mim, espero que isso arruíne o Rock n' Roll".

A voz de Daisy é descrita como rouca e furiosa, além de a música ter sido descrita como pesada e “pura raiva”. Mais adiante na narrativa, Billy altera a sonoridade da canção e adiciona seus vocais, apesar de não alterar nada da letra. E desde então, ela sempre foi um ponto de tensão entre os dois, que estavam emocional e romanticamente envolvidos.

Na adaptação

Quando Taylor Jenkins Reid, autora dos livros, disponibilizou a canção nas plataformas digitais, os fãs notaram a diferença das letras e alguns apontaram a mudança da sonoridade descrita no livro.

Regret Me, na adaptação, soa mais suave e melódica, mesmo que ela tenha sido descrita como pesada no livro. A música encontra influências no Folk Rock e ainda se aproxima da banda que inspirou a história, Fleetwood Mac. Contudo, essa mudança não tira a potência da música.

Inserida na história da série, a canção pode ter o mesmo impacto que ela teve no livro. Apesar de ter sido alterada, a letra ainda é uma provocação direta ao Billy Dunne, principalmente por citar o alcoolismo e a negação de sentimentos do vocalista.

Durante os episódios, a história por trás de Regret Me sustentará a ideia inicial de Taylor Jenkins Reid, que desejava causar uma tensão entre os protagonistas através de uma única canção.


+Adquira Daisy Jones and The Six através da Amazon:

1. Daisy Jones and The Six: Uma história de amor e música, de Taylor Jenkins Reid (2019) - https://amzn.to/3HDNAcb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e o Cinebuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/3J5EkvW

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3DHzEv0


Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" (16 de fevereiro)
  • "A Baleia" (23 de fevereiro)
  • "Pânico VI" (9 de março)
  • "Shazam! Fúria dos Deuses" (16 de março)
  • "John Wick 4: Baba Yaga" (23 de março)
  • "Super Mario Bros. O Filme" (30 de março)
  • "Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes" (13 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "The Flash" (16 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (27 de julho)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!