CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Tia de Armie Hammer descreve padrão de mau comportamento na família: "Ele era o próximo na linha de sucessão"

"House of Hammer: Segredos de Família" já está disponível no Discovery+

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 02/09/2022, às 14h25

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Tia de Armie Hammer descreve padrão de mau comportamento na família: "Ele era o próximo na linha de sucessão" - Divulgação/Discovery+
Tia de Armie Hammer descreve padrão de mau comportamento na família: "Ele era o próximo na linha de sucessão" - Divulgação/Discovery+

Afastado da mídia desde 2021, Armie Hammer terá as acusações e a vida de sua família explorada em uma nova série documental, "House of Hammer: Segredos de Família", que estreou nesta sexta-feira (2) no Discovery+. 

Casey Hammer, tia distante do ator, revelou segredos de família sombrios na série documental de três partes do Discovery+ que explora a linhagem de homens abusivos e violentos da família Hammer.

A série da diretora Elli Hakami e Julian P. Hobbs começa com as acusações de agressão sexual e canibalismo contra Armie Hammer, evoluindo para uma história de privilégio, riqueza e violência que remonta a Armand Hammer, o falecido bisavô de Armie e magnata do petróleo, além de laços mais profundos com pessoas e lugares poderosos, incluindo a Casa Branca e o Palácio de Buckingham.

“Isso expõe não apenas Armie, mas expõe minha família e o que venho dizendo nos últimos 61 anos sobre o abuso multigeracional praticado por aqueles homens”, disse Casey, que permanece afastada de seus familiares, à revista Entertainment Weekly.

Em 2015, Casey publicou um livro de memórias, "Surviving My Birthright", que detalha muitas das histórias apresentadas em "House of Hammer". Certa vez, ela testemunhou seu pai, o falecido e volátil Julian Hammer, bater em sua mãe, resultando em manchas de sangue em suas roupas.

Ela também foi abusada sexualmente por seu pai, que promovia festas movidas a drogas e, uma vez, sob a influência de entorpecentes, colocou uma arma em sua cabeça. Quando os produtores a abordaram para participar da série depois de ler suas memórias, Casey sabia que queria ajudar a destacar as vozes das mulheres que acusaram seu sobrinho da violência que ela diz conhecer muito bem.

"Ele [Armie Hammer] era adorável. Ele era um garotinho lindo, mas ele era um pirralho. E Deus te livre se você dissesse qualquer coisa ou o punisse por fazer qualquer coisa... ele era o herdeiro, ele era o próximo na linha de sucessão ao trono. Quero dizer, ele era um homem e ele tinha o sobrenome, então você tinha que respeitar qualquer coisa que ele fizesse.", relembra.

"É hora de pessoas com esse tipo de riqueza, poder e influência serem detidas porque elas realmente acreditam que têm direito. Eles não têm ninguém para policiá-las. Elas podem se safar de uma acusação de assassinato... "House of Hammer" realmente destaca as vítimas – as mulheres corajosas que são espertas e inteligentes, mas foram sugadas por esse vácuo de abuso e manipulação.", diz Casey.

"A série também fala sobre consentimento, que também é um tópico muito importante. Muitas vezes as pessoas não necessariamente entendem: 'Bem, você disse que gostou, então...'. Se chega a um ponto em que você se sente desconfortável ou não quer mais participar ou fazer isso, elas precisam parar. E se não o fizerem, isso é criminoso, e eles precisam ser responsabilizados.", afirmou a tia de Armie Hammer.

ENTENDA O CASO ARMIE HAMMER

No início de 2021, supostas mensagens creditadas a Armie Hammer faziam relação a canibalismo. Nelas, o ator confessava ser "100% canibal" e afirmava que queria comer e beber o sangue de suas vítimas: "Eu quero comer você. P**ra, isso é assustador de admitir. Eu nunca admiti isso antes. Eu já cortei o coração de um animal vivo e comi enquanto ainda estava quente", teria escrito o ator.

Ainda neste período, ex-companheiras do astro compartilharam relatos sobre abusos sexuais e físicos que teriam sofrido por ele durante os respectivos relacionamentos. Na época, Armie negou os rumores e não quis comentar sobre o assunto. Posterioremente, ele se internou em uma clínica de reabilitação.

Apesar das negações, Armie desistiu de todos os seus projetos futuros, incluindo uma série de TV sobre a produção de "O Poderoso Chefão" ("The Offer") e a comédia romântica "Shotgun Wedding", estrelada por Jennifer Lopez. Seu último trabalho nos cinemas foi em "Morte no Nilo", lançado em março deste ano.

Recentemente, a Variety revelou que Armie teria abandonado a profissão de ator para trabalhar em um resort nas Ilhas Cayman, com a intenção de cuidar financeiramente dos dois filhos, além de estar próximo deles. As crianças são frutos do relacionamento com Elizabeth Chambers, de quem o ex-ator se divorciou logo após as denúncias.


E lá se foi metade do ano... Até agora, qual foi o melhor filme de 2022?

  • "O Beco do Pesadelo"
  • "Spencer"
  • "Morte no Nilo"
  • "Uncharted"
  • "Licorice Pizza"
  • "The Batman"
  • "Sonic 2: O Filme"
  • "Medida Provisória"
  • "Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore"
  • "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura"
  • "O Homem do Norte"
  • "O Peso do Talento"
  • "Top Gun: Maverick"
  • "Jurassic World: Domínio"
  • "Lightyear"
  • "Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo"

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!