CineBuzz
Busca
Facebook CineBuzzTwitter CineBuzzInstagram CineBuzz

Indicação histórica a Melhor Atriz e mais: as principais surpresas do Oscar 2023

Apesar de diversas nomeações já aguardadas, o anúncio dos indicados ao Oscar 2023 ainda rendeu surpresas

ANGELO CORDEIRO | @ANGELOCINEFILO Publicado em 24/01/2023, às 13h24

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Indicação histórica em melhor atriz e mais: As principais surpresas do Oscar 2023 - Divulgação/Momentum Pictures/A24/Universal Pictures
Indicação histórica em melhor atriz e mais: As principais surpresas do Oscar 2023 - Divulgação/Momentum Pictures/A24/Universal Pictures

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou nesta terça-feira (24) os indicados à 95.ª cerimônia do Oscar que acontecerá no dia 12 de março com algumas surpresas bem vindas.

Enquanto algumas ausências foram notadas, como a de Viola Davis, por "A Mulher Rei", em Melhor Atriz, e o nome de Taylor Swift na categoria de Melhor Canção, outras indicações surpreenderam. Confira a seguir algumas delas:

PAUL MESCAL

Quando um filme ou ator sem um grande estúdio por trás recebe uma indicação, sempre encaramos como surpresa, afinal, campanhas do Oscar são um dos principais fiéis da balança. Por isso, vermos o nome de Paul Mescal entre os indicados na categoria de Melhor Ator por sua atuação no independente "Aftersun" é uma surpresa bastante grata!

ANDREA RISEBOROUGH

Essa indicação merece uma análise. Andrea foi indicada a Melhor Atriz pelo filme "To Leslie" sem contar com investimento em sua campanha por parte do estúdio. E como ela conseguiu isso? O boca a boca de atrizes consagradas como Amy Adams, Jane Fonda e Cate Blanchett - favorita à categoria - fizeram com que o nome de Andrea fosse ganhando força e resultando em uma vaga entre as 5 indicadas.

JUDD HIRSCH

Judd Hirsch não é tão surpresa assim, afinal, seu nome já apareceu em listas de premiações anteriores, como a do Critics Choice. No entanto, sua presença solitária por "Os Fabelmans" é a grande supresa, já que era esperado que ele dividisse a categoria ao lado de seu colega de elenco, Paul Dano, esnobado pela Academia.

BRIAN TYREE HENRY

Se o Oscar esnobou atrizes negras como Viola Davis e Danielle Deadwyler, pelo menos reservou uma grata surpresa na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, indicando Brian Tyree Henry por sua atuação em "Passagem", drama que conta com o retorno de Jennifer Lawrence às atuações.

RUBEN ÖSTLUND e TRIÂNGULO DA TRISTEZA

"Triângulo da Tristeza" conseguiu uma indicação surpreendente na categoria de Melhor Filme, algo que a Academia tem feito nos últimos anos: indicar pelo menos um filme estrangeiro/internacional entre os 10 principais. Além disso, a maior surpresa fica para o fato do diretor sueco Ruben Östlund aparecer em Melhor Direção, desbancando nomes como James Cameron ("Avatar: O Caminho da Água") e Joseph Kosinski ("Top Gun: Maverick").

A FERA DO MAR

Na categoria de Melhor Animação havia uma disputa para saber qual animação estaria ao lado de "Pinóquio", "Marcel the Shell with Shoes On", "Gato de Botas: O Último Desejo" e "Red: Crescer é uma Fera", as grandes favoritas às vagas. "Wendell & Wild", da Netflix, era bem cotada, no entanto, outra animação da Netflix preencheu a vaga: "A Fera do Mar".


MELHOR FILME INTERNACIONAL

Uma das categorias favoritas dos cinéfilos é a de Melhor Filme Internacional, que sempre reserva surpresas interessantes. Este ano, dois filmes conseguiram vagas de forma surpreendente: o irlandês "The Quiet Girl", que vem ganhando prestígio nos últimos meses, e o polonês "EO", país tradicional na categoria. A surpresa fica para o fato dos filmes desbancarem favoritos como o sul-coreano "Decisão de Partir" e o mexicano "Bardo".

BARDO

Se o novo longa de Alejandro González Iñárritu não conseguiu uma vaga na categoria de Melhor Filme Internacional para representar o México, pelo menos ele foi lembrado na categoria de Melhor Fotografia, que é assinada por Darius Khondji.


Para qual lançamento de 2023 você está mais ansioso? Vote em seu filme favorito!

  • "Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania" (16 de fevereiro)
  • "A Baleia" (23 de fevereiro)
  • "Pânico VI" (9 de março)
  • "Shazam! Fúria dos Deuses" (16 de março)
  • "John Wick 4: Baba Yaga" (23 de março)
  • "Super Mario Bros. O Filme" (30 de março)
  • "Dungeons & Dragons: Honra Entre Rebeldes" (13 de abril)
  • "Guardiões da Galáxia: Volume 3" (4 de maio)
  • "Velozes & Furiosos 10" (18 de maio)
  • "A Pequena Sereia" (25 de maio)
  • "Homem-Aranha: Através do Aranhaverso" (1º de junho)
  • "The Flash" (16 de junho)
  • "Indiana Jones e o Chamado do Destino" (29 de junho)
  • "Missão Impossível: Acerto de Contas - Parte 1" (13 de julho)
  • "Barbie" (20 de julho)
  • "Oppenheimer" (20 de julho)
  • "Besouro Azul" (17 de agosto)
  • "As Marvels" (27 de julho)
  • "Jogos Vorazes: A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes" (16 de novembro)
  • "Aquaman e o Reino Perdido" (21 de dezembro)

+ Já segue o CineBuzz nas redes sociais? Então não perde tempo!


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!